Cooperativa Sonho de Liberdade inaugura fábrica de bolas e show room de móveis

Publicado em: 08 fevereiro - 2017

Leia todas


mundocoop_ultimas_do_setor_sonhoA Cooperativa Sonho de Liberdade começou o ano em grande estilo, inaugurando em 16 de janeiro uma fábrica de bolas esportivas e um show room de móveis artesanais, na sede da entidade, na Cidade do Automóvel, em Brasília.

Em operação desde 2009, a cooperativa promove a inclusão social de ex-presidiários e pessoas carentes por meio da reciclagem de madeira e concreto descartados da construção civil. Atualmente, a cooperativa emprega 30 pessoas.

A nova fábrica de bolas esportivas vai incluir também mão-de-obra de detentos. “Nós damos oportunidade para aqueles que estão excluídos até pela própria família”, explica o fundador da Sonho de Liberdade, Fernando Figueiredo.

O galpão onde vai funcionar a fábrica de bolas e o espaço para exposição dos móveis contam com apoio da Fundação Banco do Brasil e do Instituto Viva Cidadania, que é responsável pelas ações sociais da Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB).

No total, a Fundação BB investiu R$ 286 mil na cooperativa para a compra de maquinário da marcenaria e para a ampliação das instalações elétricas. Além disso, foi realizada a reestruturação sanitária e reaplicadas três unidades da Tecnologias Social Fossas Sépticas Biodigestoras para tratamento do esgoto que antes era despejado a céu aberto.

A produção de bolas para futebol de salão, de campo e vôlei vai começar no galpão da cooperativa, com o corte do material laminado sintético e a serigrafia, que vai imprimir estampas conforme a encomenda. A etapa seguinte, a costura manual, ficará sob a responsabilidade de presidiários do Distrito Federal e entorno. Será uma “terapia ocupacional” para os detentos, segundo o presidente da entidade, além de permitir a redução de pena – para cada dia trabalhado, são descontados três.