Cooperativas se destacam no Ranking Melhores e Maiores 2021

Publicado em: 05 novembro - 2021

Leia todas


Nos últimos dois anos passamos por uma das maiores transformações sociais e econômicas da última década. A pandemia da Covid-19 forçou uma nova dinâmica, e tivemos que repensar diversos processos. Neste contexto, a economia mundial foi profundamente impactada. Porém, rapidamente foram criadas soluções para o novo contexto em andamento. 

A resiliência do mercado ficou em evidência no Ranking Melhores e Maiores 2021, que destaca as empresas que tiveram os maiores faturamentos no ano de 2020. Segundo o Ranking, divulgado pela Exame, juntas as 626 empresas da lista tiveram um crescimento de 9,17% em 2020, com uma receita de R$3,6 trilhões de reais. 

Além do ranking principal, a Exame listou os destaques de cada setor, entre eles do agronegócio, que colocou 31 nomes na lista, e da mineração, segmento que melhor performou no último ano, com um crescimento de 41,42%. Outros setores que receberam seus próprios rankings são: Alimentos e Bebidas, Atacado e Varejo, Bens de Capital e Eletroeletrônicos, Energia, Farmacêutico e Beleza, Imobiliário, Moda e Vestuário, Papel e Celulose, Petróleo e Químico, Saneamento e Meio Ambiente, Saúde, Serviços Financeiros, Siderurgia e Metalurgia, Tecnologia e Mídia, Telecomunicações e Transporte, Logística e Serviços Logísticos. 

Para conferir na íntegra o Ranking Melhores e Maiores 2021, clique aqui

ESG 

Para acompanhar as tendências e demandas da sociedade e do mercado, neste ano o Ranking reformulou suas métricas, para utilizar critérios de ESG. Com isso, a classificação divulgada passou a destacar não só o faturamento, mas também o compromisso das empresas, organizações e cooperativas com as práticas ambientais, sociais e de responsabilidade corporativa. 

Segundo a avaliação da Exame, no setor das cooperativas o destaque ficou com a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), que obteve 10 pontos na avaliação. 

“Entendemos a relevância do ESG e reforçamos aos nossos cooperados de que este tripé já vem sendo cumprido na Cooxupé, analisando parâmetros e ações da cooperativa, de modo que a Cooxupé permaneça cada vez mais saudável e competitiva frente aos desafios e dinamismo do mercado”, destacou o presidente da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo. 

Cooperativas em evidência

Em um ano onde os desafios foram duplicados, as cooperativas provaram mais uma vez sua força diante de períodos de crise. Prova disso, está nos resultados do setor no último ano, agora evidenciados pelo Ranking Melhores e Maiores. 

Com novos processos sendo criados, as cooperativas driblaram as barreiras impostas pela crise da Covid-19, e continuaram a entregar excelência em serviços e produtos. O resultado, pôde ser visto nos números e nas próprias cooperativas. 

E, para destacar ainda mais a força do setor, a Exame divulgou o ranking “As Maiores Cooperativas”, que reúne as 24 cooperativas que se destacaram no período analisado. Dentre elas, a Coamo, que obteve uma receita de R$19,2 milhões em 2020. 

Além de se destacarem no setor, as cooperativas da lista ainda dividiram o ranking com outras grandes empresas, mostrando o alcance cada vez maior do movimento. 

Confira as cooperativas listadas no ranking “As Maiores Cooperativas”:

  • 1 – Coamo
  • 2 – C.Vale
  • 3 – Lar Cooperativa Agroindustrial
  • 4 – Cocamar
  • 5 – Coopercitrus
  • 6 – Central Nacional Unimed
  • 7 – Cooxupé
  • 8 – Unimed Rio
  • 9 – Integrada Cooperativa Agroindustrial
  • 10 – Castrolanda
  • 11 – Frimesa
  • 12 – Coopavel
  • 13 – Unimed Porto Alegre
  • 14 – Coasul
  • 15 – Unimed Campinas
  • 16 – Coop – Cooperativa de Consumo
  • 17 – Cotrisal
  • 18 – Coopercampos
  • 19 – Unimed Fortaleza
  • 20 – Copasul
  • 21 – Unimed Recife
  • 22 – Holambra – Coop. Agro Industrial de Holambra
  • 23 – Unimed Paraná
  • 24 – Unimed Curitiba

Para conferir com detalhes os resultados alcançados pelas cooperativas do ranking, clique aqui.


Por Redação MundoCoop


Notícias Relacionadas:



Publicidade