CoopTalks Summit: inovação e cooperação são destaque no último dia do evento

Publicado em: 02 julho - 2021

Leia todas


Ocorreu hoje (02) o quarto e último dia do CoopTalks Summit, evento totalmente online e gratuito, e que faz parte das comemorações do Dia Internacional do Cooperativismo e do Dia de Cooperar (Dia C). Apresentado pela MundoCoop, mais uma vez o público pode contar com quatro palestras de alto nível, com perspectivas para o futuro do cooperativismo e da sociedade como um todo.

Com transmissão em múltiplas plataformas, o CoopTalks Summit 2021 contou com mais de 6 mil inscrições na plataforma oficial, além de dezenas de pessoas acompanhando através do YouTube e do Facebook.

Foram mais de 9 horas de conteúdo, com a participação de 16 grandes nomes do mercado, que compartilharam experiências, instigaram questionamentos e promoveram um diálogo sobre os próximos passos para a nossa sociedade. Em quatro dias, foram diversas falas que tornarão o cooperativismo ainda mais integrado e antenado com as tendências do presente e do futuro.

O evento

O CoopTalks Summit contou com a abertura de Luis Claudio, diretor da MundoCoop. Em sua fala inicial, foram destacados os dias anteriores do evento, além do papel que o cooperativismo desempenha no desenvolvimento da sociedade atual. Em seguida, foram apresentados agradecimentos ao parceiros patrocinadores e enfim, aos palestrantes da edição CoopTalks Summit 2021.

Após isso, o ciclo de palestras foi iniciado com a presença de Anna Cherubina Scofano no palco virtual. Consultora de Empresas e Mentora de Carreiras, sua palestra “Futuro do Trabalho com Propósito” destacou o momento que o mundo do trabalho está vivendo: o choque entre homem e máquina. Sua explanação ressaltou um período de reconfiguração dos valores de trabalho, além dos desafios em um mundo cada vez mais fluido. Scofano ainda fez questão de ressaltar como a pandemia veio como uma janela de oportunidades, criando novas reflexões para que deixemos o mundo antigo para trás, e entremos numa nova era das relações pessoais e de trabalho. Para concluir, ela lembrou o público da importância do trabalho coletivo na busca de um propósito, e como as cooperativas estão sendo pioneiras neste novo modo de se relacionar com o mundo.

Em seguida, o evento contou com a participação de Mario de Conto, Diretor da Faculdade de Tecnologia Escoop. Em “O Direito das Cooperativas e sua Interação com o Ecosistema de Inovação”, ele destacou os benefícios e os desafios da economia de plataforma. Com a disseminação das ferramentas digitais, hoje um novo modelo de negócios foi criado, pautado em plataformas que agregam serviços, produtos e outros; e aproximam pessoas. Conto concluiu destacando a participação desse novo modelo na economia (até 2025, deve chegar a 30%), além de mostrar como as cooperativas já estão abraçando esse novo modelo, com exemplos já em andamento no Canadá e nos EUA.

Após uma breve pausa, a segunda parte do último dia de CoopTalks Summit foi iniciada com a participação de Márcio Nami, Economista Comportamental. Em sua palestra “Economia Comportamental: Inovação e Cooperação”, ele destacou como as cooperativas podem ser agentes mais eficientes no oferecimento de uma educação financeira para seus cooperados. Entre os destaques de sua fala, estão a necessidade de simplificar processos, e entender que modelos pré-definidos não levarão a uma verdadeira consciência financeira. Ele destacou que é preciso entender os cooperados, e ajudá-los no processo de assimilação de suas realidades. Nami concluiu sua participação ressaltando um monto: processos simples tem maior capacidade de impacto e difusão.

Fechando o quarto e último dia do CoopTalks Summit, o palco virtual recebeu Thammy Marcato, Diretora de Ecossistema e Inovação. Em “Transformação e Inovação Aberta: Porque cooperação maximiza valor”, ela destacou como as cooperativas estão trabalhando para o oferecimento de serviços, produtos e ações que realmente estejam alinhadas com as demandas do mercado. Em sua fala, foi destacada a importância de colocar o fator humano no centro de tudo, além de entender as ferramentas digitais como um meio para um fim. Marcato concluiu sua participação mostrando como a inovação aberta pode ser uma ferramenta para maximizar o alcance das cooperativas, destacando ainda como o cooperativismo possui em seu DNA essa capacidade de se flexibilizar e trabalhar junto aos seus concorrentes para a obtenção de mais valor e impacto social.

Agradecimentos

A equipe da MundoCoop agradece a todos que acompanharam os quatro dias do CoopTalks Summit, assim como os nossos parceiros e patrocinadores.

Para aqueles que não conseguiram acompanhar as palestras ao vivo, o evento pode ser conferido na íntegra em nosso canal do youtube.

Confira o que rolou nos outros dias do CoopTalks Summit:


Por Redação MundoCoop



Publicidade