Lideranças cooperativistas trocam experiências no Paraná

Publicado em: 28 agosto - 2017

Leia todas


De 23 a 25 de agosto, foi realizado o Fórum dos Presidentes das Cooperativas Paranaenses, com a presença de lideranças cooperativistas paranaenses, nacionais e de países do Mercosul..

Destaque no evento foi a realização de painel sobre “Cooperativas: uma plataforma para o Brasil”, que teve a presença dos presidentes da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e do Sistema Ocepar, respectivamente, Márcio Lopes de Freitas e José Roberto Ricken, e do ex-ministro da Agricultura, coordenador do Centro de Agronegócios da Fundação Getúlio Vargas e embaixador especial da FAO para o Cooperativismo, Roberto Rodrigues.

Durante o Fórum dos Presidentes das Cooperativas Paranaenses, foi lavrado termo de apoio à realização do Censo Agropecuário 2017. O documento foi assinado pelo secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento do Paraná, Norberto Ortigara, pelo vice-presidente e diretor executivo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Fernando José de Araújo Abrantes, e pelos presidentes do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep), Ademir Mueller. O coordenador de projetos especiais da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Ronei Volpi, representou o presidente da entidade, Ágide Meneguete.

Fórum dos Presidentes das Cooperativas Paranaenses

No acordo, as entidades paranaenses reconhecem a importância do levantamento de informações do setor agropecuário e se comprometem a comunicar seus públicos sobre o início dos trabalhos, incentivar a participação dos agricultores e divulgar o resultado da pesquisa. “Quero reforçar esse pedido, ou seja, de que as cooperativas, associações, federações e demais entidades do setor, apoiem o censo agropecuário. Não foi fácil viabilizar esse trabalho, principalmente, porque estamos passando por um período difícil no país e que reduziu as verbas orçamentárias, no entanto, trata-se de um levantamento importante e que vai mostrar como está o campo em termos de sucessão e adoção de tecnologias”, disse o vice-presidente do IBGE, logo após a assinatura do documento.

O evento aconteceu em paralelo ao 5º Fórum de Agricultura da América do Sul.



Publicidade