Papa: as cooperativas devem promover a economia da honestidade

Publicado em: 09 maio - 2016

Leia todas


Papa01

 

Os participantes da 39ª assembleia nacional da Confederação das Cooperativas Italianas receberam, em 4 de maio, uma videomensagem do Papa Francisco em que ele recordou as palavras de incentivo proferidas no encontro realizado em fevereiro do ano passado, no Vaticano: “É preciso continuar ainda hoje sendo o motor que ergue e desenvolve a parte mais vulnerável de nossas comunidades e de nossa sociedade civil, sobretudo fundando empresas que fornecem trabalho.

Com Amoris laetitia indiquei uma perspectiva de alegria e responsabilidade, mas as pessoas e as famílias não devem ser deixadas sós. Deve haver harmonia entre trabalho e família”, disse ele, conclamando ao combate das “falsas cooperativas, porque as cooperativas devem promover a economia da honestidade, desenvolvimento, justiça e paz. Estes aspectos valem ainda hoje num tempo de migrações, terrorismo e desaceleração da economia mundial”.

O papa também ressaltou que “criar uma empresa partindo das necessidades é o talento de vocês. Conservem esta riqueza na construção de uma perspectiva comum com outras associações a fim de tornar evidentes a todas as cooperativas os valores comuns” e recomendou que os cooperados sejam guiados pelo bem comum. “Se a cooperativa funciona, faz crescer a solidariedade entre os sócios, reforça a responsabilidade comum, a capacidade de reconhecer generosamente o que os outros sabem fazer e também de aceitar os limites. Na cooperativa cresce a fraternidade como os cooperadores sempre souberam.

Não é somente um capital de confiança, é algo mais: é fraternidade, é um recurso do qual o mundo hoje tanto precisa. Vocês testemunham como a fé anima o compromisso concreto na história humana e sustenta iniciativas generosas que podem melhorar as coisas. Esta missão vocês devem viver e partilhar com os outros”, ressaltou.

Clique aqui para ver o vídeo.