Projeto Vivá da Enactus Ufal atende profissionais da reciclagem

Publicado em: 26 janeiro - 2017

Leia todas


recicla2

 

Embalagens de papel, de plástico, potes e garrafas de vidro. Para muitos, apenas algo descartável e sem utilidade, mas para as famílias da Cooperativa de Recicladores de Lixo Urbano de Maceió (Cooplum), localizada no bairro de Jacarecica, em Maceió (AL), esses materiais representam a principal fonte de renda.

Para melhorar a qualidade no trabalho e a rentabilidade desses profissionais, estudantes da Universidade Federal de Alagoas iniciaram mais uma etapa do Projeto Vivá, iniciativa de extensão da Ufal ligada ao organismo internacional Enactus que reúne discentes dispostos a melhorar o local em que vivem por meio do empreendedorismo.

Os alunos estão apoiando os cooperados da Coplum na realização de um cadastro de residências e edifícios em Maceió com o objetivo de aumentar a coleta de materiais recicláveis. “O foco inicial são os condomínios, pois têm mais ‘residências’ por metro quadrado. Estamos auxiliando a cooperativa na divulgação e no contato com os síndicos da região de Jacarecica até Ponta Verde para que os moradores doem os seus resíduos”, explica o estudante de engenharia química da Ufal e líder do projeto, Leonardo Domingues.

“Foi feito um mutirão na região da Jatiúca, com visitas a 180 condomínios e conseguimos o contato de 90 síndicos para que pudéssemos marcar reunião para apresentar a existência do edital de cooperativas a ser lançando em breve pela prefeitura da capital, mostrar a importância da prática da coleta seletiva, indicação do serviço gratuito fornecido pela Cooplum e questões ambientais”, descreve. Ele afirma que alguns síndicos foram bem receptivos, mas pontuou que “a necessidade de aprovação em reunião dos condôminos acaba tornando o processo lento”.

Entre outras ações realizadas pela equipe do Vivá com os profissionais da Cooplum, Leonardo destaca as atividades de estruturação do marketing da cooperativa para conquista de novos fornecedores, capacitação e acompanhamento da gestão financeira. “Em relação à implantação e ao gerenciamento da cultura organizacional, acompanhamos os cursos de gestão realizados pelo Sebrae na cooperativa e auxiliamos na implantação das ferramentas apresentadas aos cooperados”, acrescenta.

Mais sobre o Vivá

As atividades do Projeto Vivá foram iniciadas em janeiro de 2016 com o objetivo de capacitar os cooperados da Cooplum por meio de princípios e técnicas que proporcionem uma gestão eficiente, promovam inclusão social, aumento de produtividade, implantação e gerenciamento de cultura organizacional.

A iniciativa faz parte da Enactus Ufal, uma organização sem fins lucrativos dirigida e formada por estudantes de vários cursos da Universidade alagoana, que tem como conselheiro o professor do Instituto de Computação (IC), Leandro Sales.

No mês de julho, a equipe participou do Campeonato Nacional Enactus Brasil 2016, ocorrido em Fortaleza – CE. A Enactus Ufal foi a única representante alagoana e teve o projeto Vivá selecionado entre os 10 melhores projetos sociais do Brasil. Além dessa premiação, eles conquistaram os prêmios de Equipe Revelação 2016 e de Líder Estudante do Ano. Para saber mais, acesse este link.

Este ano, o Vivá foi submetido ao edital Proccaext e conseguiu três bolsas para a realização das atividades. Os professores da área de Engenharia Ambiental do Centro de Tecnologia (Ctec), Ivete Ferreira, Eduardo Lucena e Karina Salomon, coordenam as ações do projeto.



Publicidade