Sicoob: R$ 1,9 bilhão de resultado em nove meses

Publicado em: 17 novembro - 2016

Leia todas


sicoob

De janeiro a setembro, as cooperativas singulares associadas ao Sicoob registraram crescimento em indicadores diversos, tais como resultado financeiros, depósitos totais, patrimônio líquido, capital social, número de cooperados, ativos totais, número de agências, postos de atendimento e número de colaboradores.

O balanço realizado pela instituição mostra que, em setembro, o resultado financeiro acumulado das instituições associadas ao Sicoob alcançou R$1,9 bilhão e representa acréscimo de 2% em relação ao mesmo período do ano anterior. No mesmo período, os depósitos totais cresceram 25,7% comparado a setembro de 2015, chegando a R$ 46,5 bilhões. Já o patrimônio líquido somou R$ 15,7 bilhões, aumento de 14,7% em relação ao mesmo período de 2015.

O capital social e os ativos totais também se destacaram no período. O primeiro contabilizou crescimento de 16%, atingindo a casa dos contabilizando R$ 10,3 bilhões. A causa dessa evolução tem relação direta com a elevação de 11,1% no número de cooperados, que hoje são 3,5 milhões. Já os ativos totais, tiveram variação de 18% em relação ao mesmo período de 2015, alcançando R$ 74,1 bilhões.

Com presença em 100% do território nacional, o Sicoob também aumento o número de agências. Neste quesito, o crescimento foi de 7,6%, computando 2.039 unidades. Soma-se a isso aumento nos postos de atendimento da ordem de  6%, somando 2.525. Para suportar este crescimento, o sistema aumentou em 18,4% o número de funcionários, fechando o período com mais de 30 mil colaboradores.

“Estamos presentes em todos os estados brasileiros realizando um trabalho fundamental na vida financeira de indivíduos, famílias, empreendedores, pequenos empresários, profissionais liberais e produtores rurais. Com baixas taxas de juros, facilidade de acesso ao crédito, atendimento humanizado e personalizado, somos um importante vetor de desenvolvimento das economias locais, movimentando e reciclando seus recursos financeiros nas próprias comunidades onde atuam”, avalia Henrique Villares, presidente do Sicoob, creditando o resultado positivo à representatividade nacional e à contribuição no desenvolvimento econômico e social de seus cooperados.



Publicidade