Um mundo digital para as cooperativas

Publicado em: 17 dezembro - 2021

Leia todas


Cada vez mais necessário para se firmar no mundo atual, a presença digital precisa expandir entre as cooperativas. Mas afinal, por que é necessário se posicionar digitalmente? 

Vivemos em um mundo híbrido. Tal cenário, apesar de estar sendo muito discutido durante a pandemia, remete há ao menos 10 anos, com os anos 2010 trazendo uma década de transformação digital. Mais do que nunca, para “existir” na sociedade, é preciso estar conectado. 

Tal cenário, contudo, não está presente apenas no ambiente social. No mundo corporativo, a presença digital tem ganhado os holofotes, sendo a grande responsável por levar progresso – e obviamente, lucro – para as empresas. 

Mas como as cooperativas se encaixam nesse mundo? É necessário que as cooperativas se posicionem digitalmente? A resposta curta e direta ao ponto é simplesmente: sim, é necessário. 

Apresentando um tema 

Muitas cooperativas seguem à risca as diretrizes que já fazem parte delas há várias décadas. Mas para estar presente no mundo atual, elas precisam buscar novas formas de atuar. Isso, no mundo presencial e digital. Claro, o contato humano ainda é o grande diferencial do setor. Porém, estar presente online é igualmente importante. Para isso, o marketing digital tem se firmado como um dos temas mais atuais do mercado. 

Michelle Ramos, jornalista especializada em Marketing e Comunicação Digital

Para Michelle Ramos, jornalista especializada em Marketing e Comunicação Digital, o tema é altamente relevante para as cooperativas, e deve ser rapidamente adotado. “O marketing digital tem papel essencial no desenvolvimento de qualquer negócio. E quando digo qualquer, é qualquer mesmo. Mas, para as cooperativas, principalmente. Seus “concorrentes” (entre muitas aspas) – as grandes instituições financeiras (sedutoras) – se fazem presente no feed, no intervalo do jogo, da novela. Enquanto as cooperativas se emudecem, sem estratégia de marketing para ressaltar suas vantagens competitivas”, nos conta. 

Conscientização 

Apesar do posicionamento digital já ser amplamente trabalhado por parte das cooperativas, ainda há muito que se fazer para que o movimento se destaque neste tópico. Com um mercado cada vez mais competitivo, criar estratégias para atuar online é uma missão indispensável. Porém, nem todo o setor já adota este tópico tão urgente. Para Michelle, o primeiro passo para mudar esse cenário é levar para cooperativas e cooperados, a importância do tema. 

“Conscientizar sobre a importância da comunicação estratégica e integrada para o fortalecimento da organização. A comunicação gera pertencimento, relacionamento, aumento de credibilidade, boa reputação. Esses são agentes infalíveis! Que fazem relação direta com aumento de cooperados, aumento de negócios e fidelização”, ela afirma. 

Com boas estratégias, as cooperativas têm no mundo digital infinitas possibilidades de crescimento. Com um bom plano em prática, a capacidade de chegar a mais pessoas é intensificada, e cumprir a missão do cooperativismo – impactar pessoas – torna-se uma tarefa ligeiramente mais fácil. Os resultados são imediatos. “A presença nas mídias sociais é urgente. Muitas das nossas cooperativas já experimentam aumento de cooperados, dos negócios e força da cooperativa, depois da estreia nas redes sociais”, destaca Michelle. 

Posicionamento digital 

Com mais pessoas chegando ao movimento, traçar estratégias que atinjam todos os públicos será essencial para o sucesso no processo de expansão do setor. Novos lugares, novas pessoas e novas bagagens em cada cooperado…pensar no público que a cooperativa quer atingir é essencial para definir a abordagem a ser adotada no mundo digital. E para isso, é preciso adotar um bom posicionamento digital. “Este é um ponto importante tanto para inserir as novas gerações no cooperativismo, como para chamar a atenção dos mais velhos”, destaca Michelle. 

As pessoas estão vivendo no mundo digital. E constatar a configuração desse público é indispensável no processo de criação de um plano de atuação nos meios digitais. “Jovens, homens, mulheres e idosos. Estudos apontam para um grande número de mulheres e pessoas com 15 anos ou mais de estudo, esses somam 95,5%. E esse mesmo estudo aponta que as pessoas estão conectadas essencialmente para se divertir. E convido o leitor a fazer sua autoanálise. Você acessa as mídias sociais com quais objetivos? E aí, enquanto se divertem, compram, se informam, pesquisam, formam sua opinião. É preciso ter isso em mente quando se pensa em uma presença digital marcante para todos os públicos. E explorar o conteúdo de interesse para além do conteúdo técnico, específico”, continua. 

Olhando para o futuro 

A expansão do mundo digital é um fenômeno irreversível. E ter as cooperativas inseridas nesse contexto é a chave para que elas ganhem o tão sonhado reconhecimento que merecem. Muito já se conquistou no movimento, mas é possível fazer mais. E na busca por esse objetivo, as redes possuem um grande papel. 

Considerando tal cenário, é possível prever novos desdobramentos no futuro próximo. Alguns deles, já estão se revelando nesse momento de transição que vivemos. “À medida que o comportamento do consumidor muda, ele mesmo acaba demandando novas formas de interação e tecnologias. Se fala há muito tempo em realidade virtual e, mais recentemente, em metaverso. Um universo virtual em que vamos interagir por meio de avatares digitais, em uma espécie de internet 3D. O metaverso ainda não existe, mas os grandes da tecnologia estão, neste momento, trabalhando para que isso aconteça quando a gente menos imaginar”, Michelle ressalta. 

No final, a palavra de ordem para as cooperativas é apenas uma: análise. Apenas movendo equipes que observem os movimentos externos, é que o setor conseguirá alcançar e superar os seus concorrentes. É olhando para fora dos muros da cooperativa, que o futuro das coops – presencialmente e digitalmente – se revelará. “Visualizando este contexto, o recado para as cooperativas é: acompanhe a evolução, marque presença e explore o marketing digital a favor da sua coop”, conclui. 


Por Leonardo César – Redação MundoCoop


Notícias Relacionadas:



Publicidade