WCM será em setembro, em Belo Horizonte

Publicado em: 02 agosto - 2016

Leia todas


Nos dias 26 e 27 de setembro, Belo Horizonte –mais especificamente o Espaço de Eventos da Unimed BH – sedia a segunda edição do World Coop Management (WCM), realizado pela Wex Business com o apoio do Sistema OCB e do Sistema Ocemg; Unimed Brasil, Central Nacional Unimed e Unimed BH; Sebrae, Mapfre e Seguros Unimed, além de parceria de mídia exclusiva com a MundoCoop.

Provando que o congresso internacional já se tornou referência no setor cooperativista brasileiro, as inscrições, 60 dias antes de sua realização, estão todas vendidas. O progama está disponível no hotsite do evento e pode ser consultado em https://www.wcm.coop/index.html#social.

Abaixo, Luiz Branco, diretor da Wex Business, fala sobre a criação do WCM, as metas e as caracterísitcas do público a que o evento se destina.

Confira!


Como nasceu o World Coop Management e qual o objetivo do evento?

O WCM foi criado seguindo a tendência atual de CONHECIMENTO como foco no desenvolvimento profissional e nos negócios. Empresas do mundo inteiro buscam no conhecimento, na capacitação, na informação, seu diferencial competitivo e aplicam esse princípio a seus presidentes e dirigentes, possibilitando-lhes nova visão do mercado em nível global. Hoje, o consumidor está muito mais exigente e informação é a base de tudo e se constitui vantagem competitiva. Foi na tentativa de levar soluções a esse público que surgiu o WORLD COOP MANAGEMENT.

Quais são as novidades para a edição do WCM deste ano?
Esse ano, para além dos tradicionais seis palestrantes que formam a matriz conceitual do congresso, teremos mais dois palestrantes internacionais para o bloco CENÁRIOS, que é a novidade desta edição. Com o objetivo de estabelecer um enquadramento político e econômico, dois especialistas apresentam palestras ricas em conteúdo com análises focadas no setor cooperativo, transformando cenários em resultados.

Quais são as previsoes para o público este ano?
O público desse ano, está mais uma vez correspondendo às expectativas e, a exemplo do ano passado, está ocupando todas as dependencias do auditório do congresso. Estamos com 100% de inscrições fechadas, o que prova o grande interesse do publico cooperativista pelo crescimento pessoal e profissional.

Como o público cooperativista brasileiro se diferencia em relação aos demais países?
O publico cooperativista do Brasil tem grande desejo de informação, de capacitação e necessidade de estar alinhado com as tendências em liderança, gestão, estrategia, marketing, entre outras matérias fundamentais, ou seja, tem desejo de CONHECIMENTO. O que sentimos nos vários eventos que organizamos em outros países, é comum também aqui no Brasil, ou seja, é um perfil identificado no mundo cooperativista, que entende e sabe a importância de estar atualizado no mercado e assim passar as suas experiências aos cooperados.

Quais são as perspectivas do WCM para os próximos anos?
A nossa ideia é crescer, com certeza! Mas nesse primeiro momento o objetivo de crescimento está focado na qualidade e não na quantidade, ou seja, queremos a cada ano aumentar o nivel de informação e de palestrantes, queremos trazer os principais dirigentes de todo o Brasil, formar um evento referência em qualidade e com resultado prático na vida pessoal e profissional de seus participantes e das cooperativas.



Publicidade