Correios inicia operação na telefonia celular

Publicado em: 09 março - 2017

Leia todas


Os Correios lançaram sua operação na área de telefonia móvel em 6 de março. A comercialização será implantada gradualmente: a primeira fase do projeto prevê a oferta do serviço em 12 agências da cidade de São Paulo, com implantações subsequentes nas demais agências da região metropolitana, totalizando 164 unidades até o fim de março. Em seguida, passará a ser oferecido em Brasília e Belo Horizonte. A meta é alcançar todos os Estados do Brasil até o fim deste ano.

O Correios Celular vem para complementar o conjunto de serviços oferecidos pela estatal a seus clientes, valendo-se de parceria estabelecida com a EUTV, prestadora de Serviço Móvel Pessoal (SMP), autorizada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A EUTV será responsável pela infraestrutura de suporte às telecomunicações.

O objetivo é atender os clientes que buscam serviços simples, práticos e prestados com transparência e os pacotes foram planejados para estar entre os mais baratos do mercado.

Para o presidente dos Correios, Guilherme Campos, o grande diferencial do serviço está na associação à palavra Correios. “Presença nacional, capilaridade, confiança e capacidade de entregar aquilo que se compromete a realizar. Nós temos certeza de que esse passo dado, no sentido de prover um serviço na área de telefonia celular, vai ser uma grande atividade dentro da empresa, aproveitando toda a nossa infraestrutura física e equipes de vendas espalhadas pelo Brasil, além de toda a tecnologia que nossos parceiros desenvolveram e deixaram pronta para fazermos uso”, afirma o dirigente.

“Os Correios possuem a maior rede de agências do Brasil; a maior rede logística e seu índice de confiança entre a população só perde para a família. O que fizemos foi incorporar a essas competências um plano de celular para os cidadãos em geral que é bom, bonito e barato”, destaca o presidente da EUTV, Yon Moreira.

Inicialmente, serão vendidos chips e recargas de um plano pré-pago. A partir do segundo ano de operação (2018), serão iniciados estudos para definir a viabilidade da oferta de planos pós-pagos. O plano inicial será pré-pago e exigirá recargas mensais de R$ 30, com os seguintes benefícios:

  • 100 minutos de ligações de voz para qualquer celular e fixo de qualquer operadora e DDD (ou 100 SMS);
  • 30 dias de internet móvel em alta velocidade (3G ou 4G, dependendo da disponibilidade da região) com 1 GB de franquia, sem corte no serviço quando o pacote for totalmente utilizado;
  • WhatsApp grátis (sem desconto da franquia de internet) para envio de mensagens (de texto, de voz e fotos) e chamadas de voz, durante a validade do plano;
  • Acúmulo de benefícios quando recarregado dentro da validade do plano;
  • Navegação sem descontar da franquia de dados nos sites www.correioscelular.com.brwww.correios.com.br e www.brasil.gov.br

Na qualidade de credenciado, os Correios não precisaram fazer nenhum investimento para atuar como operador de telefonia – já que toda a infraestrutura de telecomunicações, por exemplo, será responsabilidade da EUTV. Serão utilizadas a rede de agências e a rede corporativa de dados já instaladas nos Correios, bem como os empregados já contratados.

Nesta primeira fase, o serviço será ofertado nas agências Brás, Central de São Paulo (República), Cidade de São Paulo (Vila Leopoldina), Guaianazes, Itaquera, Mooca, Nossa Senhora da Saúde, Osasco, Penha de Franca, Santana, Silva Bueno (Ipiranga) e Vila Prudente.



Publicidade