Laboratório de Inovação de cooperativa aposta em experimentos para transformar atendimento a cooperados

Publicado em: 14 junho - 2021

Leia todas


Soluções vão de marketplace para negócios locais até canal de atendimento em LIBRAS

Em 2020, o Sistema Ailos, que já vinha passando por um processo de transformação digital, destacou a importância de uma inovação sólida e recorrente ao incluí-la no planejamento estratégico elaborado para nortear os trabalhos por 10 anos. Este objetivo prevê oferecer, cada vez mais, comodidade e benefícios para os cooperados através da melhora de produtos e serviços já existentes para facilitar alguma tarefa, aumentar ou criar entregas de valor e gerar novos negócios.

Além do apoio e engajamento com programas como o Startup SC, SEBRAE/SC e Scale Up Fintech Endeavor, o Ailos também tem colocado a mão na massa dentro de casa. Um bom exemplo disso é o Laboratório de Inovação (Lab), que surgiu com os objetivos de acelerar, reconhecer, transmitir e praticar a inovação no Sistema. O Lab atua por meio de três frentes: inovação corporativa, cujo foco é oportunizar uma mudança de pensamento nos colaboradores para que promovam a inovação; inovação aberta, que se dispõe a gerar novos negócios e processos por meio da conexão com o ecossistema de inovação; e experimentação, que visa catalisar a validação e teste de possíveis soluções para problemas complexos utilizando a tecnologia. “Aqui é assim: todos olhando para a mesma direção e vestindo a camisa para fazer acontecer”, pontua Paula Thais Cardozo, coordenadora do Laboratório de Inovação da Central Ailos.

Por se tratar de uma cooperativa, em que um dos princípios é uma gestão democrática, os testes das soluções são feitos em parceria com os próprios cooperados. O processo acontece da seguinte maneira: etapa de briefing (entendimento do problema e/ou da demanda das cooperativas), estudo de fornecedores, construção do Mínimo Produto Viável (MVP), testes com usuários reais (é nesta etapa que os cooperados podem participar), compilação de resultados, apresentação e evolução do experimento com a área de negócio. “Através desse processo, o Laboratório experimenta novas possibilidades de solução para problemas complexos, estratégicos ou ainda demandas de mercado em curto espaço de tempo, reduzindo custos e trazendo aprendizados antes de algo virar produto, processo, serviço ou nova tecnologia”, explica Paula.

Facilidades a um clique de distância

Além das soluções que ainda estão sendo desenvolvidas, o Ailos possui diversos serviços que são frutos da busca constante pela inovação. Um deles é o Ailos Aproxima, que nasceu no Laboratório de Inovação, com colaborações da Viacredi e Central Ailos, e foi lançado no início da pandemia, em 2020. O teste do marketplace da instituição foi realizado via inovação aberta com a startup Hallo e teve sua prova de conceito (PoC) realizada por meio de colaboradores do sistema Ailos vendendo serviços ou produtos (próprios ou de terceiros) até ser disponibilizado a todos os cooperados. “O Ailos Aproxima funciona como uma plataforma de negócios, em que o cooperado pessoa jurídica pode divulgar seus produtos e serviços de forma gratuita. Assim os compradores, cooperados ou não, têm a oportunidade de apoiar o negócio local entrando em contato direto com a empresa, dando maior visibilidade para o empreendedor e fazendo com que a economia local se desenvolva e gere empregos nas regiões”, explica a coordenadora do Lab.

Em junho deste ano, a plataforma já contava com mais de 3 mil vendedores e mais de 8 mil anúncios ativos que podem ser acessados através do site www.ailosaproxima.coop.br, por aplicativo disponível no Google Play e App Store ou ainda pela home do aplicativo Ailos.

Outro aplicativo nascido no Laboratório de Inovação e que vem suprir uma necessidade que ficou ainda mais latente para as cooperativas durante a pandemia é o Seja Ailos, que permite a admissão de novos cooperados de forma 100% digital. Ele foi lançado em agosto de 2019 como piloto com a Credifoz e agora faz parte de todas as cooperativas do Sistema. Em apenas um ano, os resultados impressionam: foram mais de 10 mil aberturas de contas digitais através da plataforma. Até maio deste ano, mais de 38,6 mil pessoas já aderiram às cooperativas do Sistema Ailos, tornando-se cooperados através da solução, que atualmente foi 100% incorporada ao aplicativo Ailos.

Atendimento em LIBRAS e educação financeira

No momento, várias soluções estão em fase de testes. Uma delas é o atendimento em LIBRAS. “Estamos rodando um experimento de acessibilidade com cooperados em conjunto com o SAC, o atendimento em LIBRAS, que surgiu através da necessidade de um colaborador com deficiência auditiva. Mapeamos mais de 200 cooperados surdos ou com algum tipo de deficiência auditiva hoje no Sistema e acreditamos que a inclusão no atendimento pode ajudar a atrair ainda mais cooperados. E, claro, mudar a vida destas pessoas. Todas elas têm o direito e merecem ser atendidas da melhor forma e, se pudermos proporcionar isso, é o que iremos fazer”, comenta Paula.

O experimento aconteceu em maio e contou com a participação de colaboradores, cooperados e não-cooperados. O teste de um canal de atendimento por meio de vídeo-chamadas, contando com intermediação de um tradutor de LIBRAS, tinha o intuito de facilitar o acesso a um serviço de atendimento inclusivo de qualidade. Já foram realizados 28 atendimentos, sendo avaliados como ótimo por 75% dos respondentes. O experimento foi considerado um sucesso e a solução de atendimento em LIBRAS deve ser implementada pelo SAC ainda este ano. “Sou muito grato ao Ailos por todo apoio e principalmente pelo esforço de todos”, diz o colaborador Saulo Adriano Starauchek, que é deficiente auditivo.

Outra solução é voltada para a educação financeira do cooperado. O Ailos está rodando uma prova de conceito (PoC) com a Investplay, uma plataforma de educação financeira com trilhas de educação baseadas em games, em que o cooperado tem a possibilidade de aprender e evoluir de uma forma imersiva através de um jogo. Em 30 dias de testes, já foram cerca de 200 usuários inscritos na plataforma. “Nosso principal foco é o relacionamento com o cooperado. É nisso que queremos nos diferenciar das demais instituições. Ele é o nosso maior bem, é para ele que dedicamos nossos maiores esforços, tanto para gerar valor direto quanto para as comunidades onde as cooperativas estão inseridas, gerando valor por meio da educação financeira e do incentivo às iniciativas de empreendedorismo e inovação”, finaliza Paula.


Fonte: Portal do Cooperativismo Financeiro


Notícias Relacionadas:



Publicidade