Mercosul articula maior cooperação entre cooperativas do bloco

Publicado em: 25 outubro - 2021

Leia todas


O presidente da Cooperar e do ICA, Ariel Guarco, participou nesta segunda-feira 18 de encontro com lideranças cooperativas e autoridades dos governos da Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai, diante dos quais se propôs “defender todas as ferramentas que o Mercosul nos dá para melhorar nossos relacionamentos e aposta no crescimento conjunto que leva a mais oportunidades de desenvolvimento para todos ”.

A atividade da Reunião Especializada de Cooperativas do Mercosul foi convocada pelo setor cooperativista e pelo Ministério da Agricultura do Brasil, país que detém a presidência pro tempore do bloco, e contou com o apoio do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas.

Guarco compartilhou a abertura da conferência, que culminou na quarta-feira 20, com o presidente da Inaes, Alex Roig; o chefe da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), Marcio Lopes de Freitas; a presidente de Cooperativas das Américas, Graciela Fernández; e o presidente do Instituto Nacional de Cooperativas do Paraguai, Pedro Löblien, entre outros referentes do setor cooperativista da região.

“O Mercosul é uma ferramenta magnífica para promover intercâmbios que gerem mais oportunidades de desenvolvimento para todos e que impactem na melhor qualidade de quem vive de um lado e do outro das fronteiras. São muitos os campos em que continuar a semear as sementes da intercooperação a nível regional. Saúde, trabalho, produção agroalimentar ou a criação e gestão de novas tecnologias são, entre outros, temas que podemos enfrentar juntos ”, afirmou o presidente da Cooperar.

Além disso, afirmou que as cooperativas têm “demonstrado capacidade de exercer a diplomacia civil além fronteiras, colaborando com os esforços intergovernamentais para promover intercâmbios justos e equilibrados em cada região do planeta” e considerou que “a cooperação é o caminho para níveis mais elevados de integração regional e para desenvolvimento sustentável em escala global. “

A Guarco celebrou a realização deste tipo de encontro para avançar em “políticas transfronteiriças, com espírito intercooperativo, que nos ajudem a alcançar um verdadeiro desenvolvimento sustentável em cada país, em cada região e à escala global”. Nesse sentido, ele lembrou a Primeira Conversa da Cooperativa Mercosul , realizada em meados de junho com a presença de diversos funcionários do Itamaraty, embaixadores e lideranças cooperativas na sede do Itamaraty e também de forma virtual.

“O mundo que queremos e que idealizamos para as próximas décadas é um mundo sem paredes. Por isso, nosso desafio é continuar construindo pontes e promovendo um modelo de desenvolvimento solidário, inclusivo, justo e democrático em cada país, em cada região e em todo o planeta ”, concluiu o presidente do ACI.


Fonte: La Gaceta de Cooperar


Notícias Relacionadas:



Publicidade