Reino Unido quer estreitar relações com as cooperativas do Paraná

Publicado em: 08 julho - 2021

Leia todas


O presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, participou, na tarde desta quarta-feira (07/07), de uma reunião virtual com Lisa Weedon, cônsul-geral interina do Reino Unido em São Paulo, e com o cônsul honorário do Reino Unido em Curitiba, Adam Patterson. Na oportunidade, foram abordadas possíveis oportunidades para fortalecer as relações entre as cooperativas paranaenses e o Reino Unido.

Ricken falou sobre a atuação das cooperativas nos mais diferentes segmentos e aproveitou para frisar sobre o compromisso que o setor tem com três pilares importantes, que são o desenvolvimento social, econômico e respeito ao meio ambiente. “Apesar de estarmos a quilômetros de distância da Amazônia, nossas cooperativas acabam sendo afetadas pela imagem distorcida que alguns países têm sobre a preservação ambiental. O Brasil utiliza apenas 7,6% de seu território com lavouras, a maior parte do nosso território está preservada, o que não acontece em outros lugares do planeta”, frisou. O dirigente também falou sobre as áreas em que as cooperativas do estado atuam e que exportam hoje para mais de 120 países, dentro de todas as exigências ambientais e sanitárias.

Lisa Weedon manifestou satisfação com o encontro e ela afrimou que outros, com certeza, deverão acontecer entre as equipes, tanto do consulado como do Sistema Ocepar. “Considero uma oportunidade de aprender mais sobre as cooperativas. Muito bom ouvir sobre sustentabilidade, pois o assunto de clima e meio ambiente é algo que nos interessa muito e precisamos ouvir o que o setor está realizando de fato”.

A cônsul-geral interina do Reino Unido lembrou que, em novembro deste ano, Glasgow, na Escócia, sediará a Coop26, Conferência Global do Clima da ONU. “Precisamos de informações sobre o Brasil. Este encontro nos trouxe dados importantes nesta tarde. Nem sempre esta é a mensagem que se ouve no Reino Unido sobre o país, em especial, sobre os processos sustentáveis desenvolvidos pelo agronegócio e pelas cooperativas no Paraná. Temos várias companhias britânicas operando no Brasil e temos que estreitar cada vez mais nossas relações, trabalhar juntos”, destacou Weedon. “Estamos à disposição para discutirmos demandas e necessidades em comum para darmos continuidade a esta aproximação entre nossas cooperativas e os países do Reino Unido”, frisou Ricken.

Durante a conversa, os representantes pontuaram cinco prioridades fundamentais nas relações entre o Brasil e o Reino Unido: incentivar compromissos climáticos ambiciosos, reduzir barreiras econômicas, desenvolver a ciência, melhorar a segurança pública e garantir sociedades abertas através do fortalecimento de valores democráticos e da redução da desigualdade.

Também participaram da reunião o superintendente da Ocepar, Robson Mafioletti, o gerente de Desenvolvimento Técnico, Flávio Turra, os analistas Alexandre Monteiro e Maiko Zanella, e o coordenador de comunicação, Samuel Milléo Filho. Pelo consulado, Pedro Mendes e as oficiais de engajamento regional no Paraná, Larissa Vazquez, Livia Baesso e Tayssa Oliveira.


Fonte: Sistema Ocepar


Notícias Relacionadas:



Publicidade