Unicamp sobe em ranking QS

Publicado em: 19 setembro - 2016

Leia todas


Nos últimos quatro anos, a Unicamp galgou 37 posições no ranking global de instituições de ensino superior elaborado pela consultoria internacional Quacquarelli Symonds (QS), de acordo com o mais recente relatório “The Top Universities in the Word” (“As Melhores Universidades do Mundo”), referente a 2016.

A Universidade Estadual de Campinas agora ocupa a 191ª posição entre as mais de 900 instituições ranqueadas, e é a segunda melhor avaliada no Brasil. A trajetória da Unicamp no QS manteve-se sempre ascendente. O avanço mais recente, entre 2015 e 2016, foi de quatro posições.

O QS reúne dados sobre mais de 4 mil universidades de todo o mundo, sendo que 912 entram no ranqueamento. A listagem do ano de 2016 foi publicada na noite de segunda-feira, 5, e está disponível no endereço. O ranking tem como base seis indicadores: reputação acadêmica (peso de 40%); reputação no mercado de trabalho (10%); taxa de professores por aluno (20%); taxa de citações por pesquisador (20%); proporção de estudantes estrangeiros (5%) e proporção de professores estrangeiros (5%).

Segundo a apuração da QS, a Unicamp está entre as 100 melhores do mundo no critério de reputação no mercado de trabalho. No Brasil, é a que aparece com a melhor taxa de citações por pesquisador. Este último número tem como base dados da plataforma Scopus, e exclui autocitações por pesquisadores. “Trata-se de uma estimativa do impacto e da qualidade do trabalho científico produzido por uma universidade”, diz a definição publicada pela QS.

“A Unicamp mais uma vez se destaca em avaliações internacionais, da mesma forma que vem se destacando nos vários tipos de avaliações nacionais, tais como na avaliação da pós-graduação feita pela Capes, na avaliação da graduação feita pelo MEC, etc”, apontou a pró-reitora de Desenvolvimento Universitário, Teresa Atvars.” É uma universidade pública que, consistentemente, é bem avaliada por múltiplos agentes, nacionais e internacionais, e por múltiplos critérios. Para aqueles que se dedicam a construir esta universidade com muito trabalho e dedicação, é muito bom comemorar o aniversário de 50 anos da Unicamp com reconhecimento nacional e internacional”.

“Esta nova ascensão no Ranking QS confirma o posicionamento da Unicamp no seleto grupo das melhores universidades mundiais. Trata-se de um sistema de avaliação externa e independente, que analisa e pondera nossos indicadores acadêmicos. Fomos comparados com outras boas universidades, muitas delas contando com condições bastante favoráveis de infraestrutura e de financiamento, e nos saímos muito bem”, acrescentou o coordenador geral da Unicamp, professor Alvaro Crósta.

“Merece destaque o fato de termos recebidos as melhores avaliações nos indicadores da reputação junto ao mercado de trabalho, em que obtivemos a 92a posição no mundo, e da reputação acadêmica, na qual ficamos na 110a posição. O primeiro mostra como os empregadores avaliam de maneira muito positiva os estudantes que nós formamos, enquanto o segundo mostra a excelente visão que as outras universidades têm do nosso trabalho acadêmico”, declarou.

 

ranking2



Publicidade