Feiras agropecuárias cooperativas promovem o crescimento do agronegócio brasileiro

Publicado em: 03 maio - 2022

Leia todas


Quando o assunto é o agronegócio, o Brasil é referência mundial. Hoje, o país ocupa uma posição de destaque, sendo o palco da criação de novas técnicas de produção e cultivo, e referência em tecnologia no campo. 

Tal cenário é confirmado pelos números do setor, que hoje representa 27,4% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Ano após anos, os números do agronegócio continuam a crescer, impulsionando o Brasil e o mundo. 

Grandes players no status atual do setor, as cooperativas agropecuárias são a principal máquina do agronegócio, empregando milhares de pessoas no campo e na cidade, e levando à mesa do consumidor produtos cada vez mais saudáveis e de maior qualidade. 

Todo esse cenário, é colocado em foco anualmente nas Feiras Agropecuárias. Realizadas no país todo, essas feiras são grandes palcos para o diálogo e para os negócios, movimentando não só a economia das cidades onde acontecem, mas também o cenário do agro mundial, reunindo especialistas que trazem para o palco as principais novidades do setor, antevendo tendências e buscando novas estratégias para o contínuo crescimento do setor. 

A volta das Feiras Agro 

Após dois anos de muitos desafios, as cooperativas finalmente puderam retomar presencialmente as suas feiras. Em grandes espaços montados nos principais palcos do cooperativismo agro, tais eventos movimentaram milhões em negócios, além de estimularem as mais diversas conversas. 

Para trazer um panorama sobre a importância das Feiras Agropecuárias para o Brasil e para as cooperativas, a MundoCoop conversou com representantes de três cooperativas que, neste início do ano, realizaram suas feiras de forma presencial, online ou híbrida. 

Femagri e Feira do Cerrado (Cooxupé) 

Realizada pela Cooperativa Regional de Cafeicultores de Guaxupé (Cooxupé), a Femagri e a Feiras do Cerrado foram realizadas no formato totalmente digital no mês de março. Referência para o setor de café, o evento reuniu mais de 85 empresas em um ambiente para a troca de experiências e a realização de negócios. 

Para o produtor que compareceu ao evento, estiveram disponíveis mais de 9 mil itens à venda, entre produtos para a colheita, monitoramento e outros processos da produção.  

Os resultados da Femagri e da Feira do Cerrado superaram as expectativas, foram mais de 11,8 mil acessos (no aplicativo Feiras) entre fevereiro e março, representando um crescimento de 6,51% em comparação a 2021. 

Por meio das feiras, a Cooxupé objetivou fornecer aos cooperados oportunidades de negócios favoráveis, contando com o apoio da cooperativa no oferecimento de produtos para estoque e entrega imediata.

– Carlos Augusto Rodrigues de Melo – Presidente Cooxupé

EXPODIRETO COTRIJAL (Cotrijal) 

Realizada no município de Não-Me-Toque, a Expodireto Cotrijal 2022 representou a retomada presencial de uma das principais férias do agronegócio nacional. Foram mais de 263 mil visitantes, e um total de R$4,9 bilhões em faturamento, valor 87% maior do que o registrado em 2020. 

Além disso, a Feira – realizada em março deste ano – foi o palco de grandes negociações, com mais de R$4,3 bilhões em financiamentos encaminhados por bancos e R$62,5 milhões no pavilhão internacional. Criado para evidenciar um dos setores mais importantes do agro, o pavilhão da agricultura familiar gerou mais de R$1,7 milhão em vendas, afirmando de vez o sucesso do evento. 

A edição de 2022 da Expodireto Cotrijal teve a marca da superação. Foi uma feira de retomada, depois da não realização, em 2021, devido a pandemia da COVID-19, e neste ano realizada durante uma das maiores estiagens já vistas no sul do Brasil. Conseguimos mostrar novamente que o agronegócio é resiliente e acredita na força do produtor, pois conseguimos trazer para Não-Me-Toque os principais lançamentos e promover uma feira focada em tecnologia e inovação. 

A edição de 2022 da Expodireto Cotrijal teve a marca da superação. Foi uma feira de retomada, depois da não realização, em 2021, devido a pandemia da COVID-19, e neste ano realizada durante uma das maiores estiagens já vistas no sul do Brasil. Conseguimos mostrar novamente que o agronegócio é resiliente e acredita na força do produtor, pois conseguimos trazer para Não-Me-Toque os principais lançamentos e promover uma feira focada em tecnologia e inovação. 

A feira novamente se posicionou do lado do produtor, principalmente com foco na busca por soluções para o enfrentamento dos impactos da estiagem no RS da safra de verão. É nesses momentos de dificuldades e perdas que o agricultor necessita do apoio das mais diversas lideranças. Foi com esse pensamento que conseguimos reunir na Expodireto uma série de entidades, para encontrar junto ao Governo Federal as melhores soluções de auxílio para o campo.  

Certamente a feira de 2022 fica marcada não apenas pelo seu retorno ao circuito das grandes feiras do agro, mas sim pela contribuição para que a agricultura possa superar mais essa crise, causada pela estiagem.

Coplacampo 2022 (Coplacana) 

Chegando à sua oitava edição, a Coplacampo 2022 marcou a retomada da feira presencial. Realizada no município de Piracicaba, em São Paulo, o evento contou com a presença de mais de 80 expositores, e foi responsável por movimentar mais de R$379 milhões em negócios. Neste ano, a Feira ainda contou com um elemento digital, podendo ser conferida através da plataforma oficial do evento. Ao todo, mais de 6 mil pessoas visitaram o espaço. 

Além de promover negócios, o evento ainda trouxe diversos debates a respeito do cooperativismo agro na região, além de outros temas como a inclusão do jovem nas cooperativas, através de conversas que incluíram a participação do Núcleo Jovem da Cotrijal, tradicional cooperativa gaúcha. 

A Coplacampo 2022 foi um sucesso depois de 2 anos apenas online;  este ano foi feita de forma híbrida – online para quem pode acompanhar, mas, de longe, e a presencial que tomou um corpo muito grande ; trouxemos as principais empresas parceiras da cooperativa com mais de 70 representantes do agro, seja fertilizantes, defensivos, implementos, tecnologia; os produtores compareceram e vieram para saber quais as novidades , as melhores práticas da condução seja do canavial seja da soja, seja da agropecuária; então, teve resultado muito positivo, sim!!! O impacto foi grande e quem veio gostou muito. 

Os stands estavam bem localizados e de fácil acesso para os cooperados encontrar o que queriam; as parceiras multinacionais da Coplacana também estavam presentes com os seus principais elementos fazendo aquela transferência de tecnologia aos cooperados.  Esta foi a primeira feira do ano e esperamos que as demais que são programadas também tenham pleno êxito. A Coplacampo veio e mostrou que é possível, sim, fazer no campo as demonstrações do nosso trabalho.  Obrigado!!! 

AS PRÓXIMAS FEIRAS AGRO

Realizadas durante o ano todo, diversas Feiras agropecuárias tem data marcada para os próximos meses. Confira algumas das principais e programe-se! 

Agrishow (De 25 a 29 de abril)  

Três anos após sua última edição presencial, a Agrishow retorna em 2022 com a presença de estandes abertos, restaurantes e outras instalaçõe spara o público. Até o momento, a Feira já possui mais de 800 expositores confirmados.  

AgroBrasília (De 17 a 21 de maio)  

Com realização no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, a AgroBrasília 2022 é realizada pela Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (COOPA-DF), e irá destacar novas tecnologias no agronegócio, além de trazer debates, palestras, cursos e outros. 

Expocafé (De 24 a 27 de maio)  

Maior feira de cafeicultura do Brasil, a Expocafé é uma das principais feiras com foco na tecnologia no setor, e reúne anualmente cafeicultores, representantes da indústria e visitantes diversos. Neste ano, o evento novamente conta com a exposição de máquinas, equipamentos e insumos, além de uma vasta programação de demonstração de tecnologias no campo. 

Showtec (De 25 a 27 de maio)  

Com realização no município de Maracaju, em Mato Grosso do Sul, o evento organizado pela Fundação MS será realizado de forma híbrida, com mais de 120 expositores no evento presencial, e palestras através da plataforma Fundação. São esperados R$150 milhões em negócios. 

Bahia Farm Show (De 31 de maio a 4 de junho)  

Vitrine para o agronegócio das regiões Norte e Nordeste, a feira realizada em Luís Eduardo magalhães (BA) terá expositores, eventos diversos, palestras e mesas redondas focadas na agricultura empresarial e familiar. 


Por Leonardo César – Matéria publicada na Revista MundoCoop, edição 105


Notícias Relacionadas:



Publicidade