Palavra do Tejon: Cooperativismo e o design da prosperidade

Publicado em: 03 maio - 2022

Leia todas


Márcio Lopes, presidente da OCB, nos inspirou a esse olhar amplo de visão de mundo do cooperativismo: a prosperidade. Fiquei entusiasmado e convidei os designers Marco Zanini e Victor Megido para um desafio, o de identificar e registrar num infográfico a constatação de uma legítima estratégia cooperativista, que fosse o início de um modelo educacional para criar lideranças no país inteiro. Escolhemos a Cocapec, uma evoluída cooperativa na região de Franca e parte de Minas, na área do café, que aceitou ser o alvo do estudo. Antônio Zem, presidente da Biotrop, líder na área dos bioinsumos prontamente apoiou a ideia viabilizando recursos para o estudo de caso. E o trabalho teve início com suporte da OCB/Sescoop, da equipe Cocapec e da Biomarketing.

A ilustração do infográfico reúne desde os conceitos ESG, meio ambiente, responsabilidade social e governança, característica umbilical de uma cooperativa, assim como as evidências de evolução tanto dos cooperados quanto das comunidades no entorno cooperativista com IDH’s superiores a locais onde cooperativas não estão presentes. Roberto Rodrigues que já foi presidente da Aliança Cooperativa Internacional afirma: ”onde tem cooperativa tem riqueza, onde não tem cooperativa tem pobreza“.

No estudo da prosperidade encontramos uma definição espetacular que embala a história de superação do movimento cooperativista mundial: “prosperidade é a governança da esperança“; e isto é o que encontramos de fato nas realidades estudadas da Cocapec. Esse design, agora batizado de thinking e estratégico, envolve reunir sob fortes princípios de governança um universo complexo, de tecnologias, competitividade, globalização e criação de valor para cooperados, funcionários e todos os demais “stakeholders“. A comunidade local é beneficiada, pois na essência do cooperativismo prevalece a obra humana da educação e da evolução de todos os seus membros. Não deixar gente pra trás e transformar pequenos líderes isolados em grandes lideranças reunidos .

Pressão ética, pressão de mercado, clientes internos e externos, visão sistêmica, inovação, diversidade humana, sucessão, melhoria contínua, e a inexorável rota da prosperidade. Diminuir a chance dos fatores incontroláveis interferirem na possibilidade da dignidade do ser humano. Parabéns diretor presidente Carlos Sato, Alberto Rocchetti Neto, diretor vice presidente, Saulo de Carvalho Faleiros, diretor secretário na Gestão Cocapec, e demais membros da direção, conselho, cooperados e equipes. A Cocapec nasceu em 11 de julho de 1985 numa ata assinada por 30 fundadores e  prosperou muito. O café da alta mogiana foi para o mundo e, sem dúvida, a Sra Luiza Trajano ”Magalu“ também agradece pelo pujante comércio que a Cocapec ajudou a prosperar em toda região.

Que possamos doravante estudar profundamente a arte da prosperidade a partir dos conhecimentos do design estratégico. Novos líderes são “designers“ e nas cooperativas, obrigatóriamente, da prosperidade. E esta significa “governar a boa esperança para todos“.

Obrigado a todos por este estudo inicial.  


Por José Luiz Tejon, palestrante especialista em agronegócio e membro editorial da Revista MundoCoop

Coluna exclusiva publicada na Revista MundoCoop, edição 105



Publicidade