RAMO EDUCACIONAL


Educacional

 

Cooperativas: 299
Cooperados: 60.009
Empregados: 3.893

Coordenador Nacional no Conselho Consultivo da OCB: Ricardo Lermen
Diretor: Renato Nobile


educSituação atual:
 

Reúneprofessores em busca de melhor remuneração e condições de trabalho; pais de alunos com foco em ensino de qualidade a preço justo e alunos de escolas técnicas. Atuação constante do Sistema OCB no sentido de atender às demandas do segmento Foi iniciado o Diagnóstico do Ramo Educacional para municiar a OCB de informações mais detalhadas sobre o ramo, com o objetivo de fortalecer o trabalho de representação e, também, para auxiliar no planejamento de ações voltadas à formação profissional e à modernização da gestão dessas cooperativas.

Necessidades:
Conquistar uma participação mais efetiva nas políticas de governo para educação. Conquistar para os alunos de cooperativa acesso a bolsas do ProUni (Programa Universidade para Todos), pelo projeto de lei nº 250/2009 do Senado Federal. O projeto da Comissão de Educação do Senado concede acesso às bolsas do ProUni para alunos que cursaram o ensino médio em cooperativas educacionais. O mesmo foi aprovado em decisão terminativa pela Comissão de Educação do Senado Federal. Entretanto, foi apresentado recurso para que seja apreciado pelo Plenário da Casa, onde aguarda votação. Posteriormente, seguirá à deliberação da Câmara dos Deputados.

Desafios:
Para se beneficiar dessas políticas públicas, é fundamental que o ramo se conheça mais a fundo e, ao mesmo tempo, trabalhe para tonar-se conhecido. Nesse sentido, é essencial levar à população brasileira essa alternativa de acesso à educação, a um ensino de qualidade, o que vai ser determinante para o futuro das novas gerações. O mesmo podemos dizer das oportunidades para os profissionais da área, que acreditam e têm paixão pelo que fazem, de se mobilizar para trabalhar em prol da educação, e de uma forma justa, com reconhecimento.  Esse é o principal desafio do ramo, e que tem norteado suas ações. Reconhecimento de que as escolas mantidas por cooperativas desempenham papel ímpar na prestação de serviços dessa natureza e não têm finalidade lucrativa.Obter linhas de créditos que fomentem e alavanquem os projetos das cooperativas. Promover a intercooperação. Incentivar as cooperativas dos demais ramos a contratarem as cooperativas educacionais para qualificar seu quadro de associados e colaboradores.

Publicidade