Juriti planeja comemoração do cinquentenário em 2018

Publicado em: 26 janeiro - 2017

Leia todas


aniver

 

A Cooperativa Juriti já começa a pensar em 2018 para marcar os 50 anos de fundação. A constituição foi formalizada no dia 30 de março de 1968, com 57 agricultores reunidos em assembleia geral, que foram responsáveis pela montagem da infraestrutura necessária ao funcionamento da Cooperativa e desenvolvimento de seus negócios por meio do fornecimento de insumos, assistência técnica, recebimento, beneficiamento, armazenamento e comercialização de arroz produzido pelos seus associados.

A compra do engenho de arroz da Cerealista Primo possibilitou a Cooperativa iniciar as atividades industriais no dia 2 de janeiro de 1969. Essa é parte da história da Juriti que estará contida em um livro que começa a ser organizado para lançamento durante as comemorações do cinquentenário. A assessora de comunicação, Leila Estrowispi, explica que o desafio já foi lançado. “A história da Cooperativa Juriti é muito rica e nada melhor do que aproveitar a comemoração dos 50 anos de fundação para reunir os principais fatos em um livro”, diz.

Segundo Leila, o livro será uma homenagem aos sócio-fundadores e a todos os associados e colaboradores que ao longo desse tempo escreveram uma das mais belas páginas do cooperativismo catarinense, como também da história econômica e social de Massaranduba e região. O diretor-superintendente, Silvério Orzechowski (foto), por exemplo, acompanha a Cooperativa, como colaborador, desde que iniciou a operação, em 1969. O livro será um dos registros da programação dos 50 anos da Cooperativa. Outras atividades serão realizadas para marcar o acontecimento durante o próximo ano.



Publicidade