Celebração dos 45 anos da OCB/CE marca nova fase do setor

Publicado em: 08 maio - 2017

Leia todas


Quarenta e cinco anos! Alcançar esta marca exige, certamente, muito esforço, gestão, flexibilidade, dedicação pelo que se faz e, sobretudo, comprometimento com a causa de cooperados e cooperativas. Essas são, sem dúvida, características que definem a atuação do movimento cooperativista do Ceará, por meio da OCB/CE, que, em 26 e 27 de abril, celebra quatro décadas e meia de luta, mas também de muitos resultados positivos.

E para marcar a comemoração de uma data tão significativa, o Sistema OCB/CE tem realizado uma série de atividades que envolvem desde a divulgação das conquistas do cooperativismo cearense na mídia regional, até um encontro entre autoridades da política local com os representantes das cooperativas do Ceará. É o CooperaCeará, aberto ontem à noite, em Fortaleza (CE).

A cerimônia contou com a participação do presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, do superintendente, Renato Nobile, e da presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará, Nicolle Barbosa, que, ao representar o governador cearense, discorreu sobre a contribuição do cooperativismo para a economia regional.

FUTURO
Durante seu discurso, Márcio Freitas, fez questão de destacar que em momentos de crise econômica, com impactos econômicos profundos na vida dos brasileiros, exige uma mudança de postura, afirmando que as cooperativas têm mostrado como fazer isso.
“É hora de termos ousadia, criatividade, planejamento e inovação para provocar as mudanças que nos reconduzirão ao desenvolvimento sustentável. O cooperativismo tem se posicionado, historicamente, como um setor de vanguarda, que rasga as cortinas do futuro e constrói o caminho que quer e precisa percorrer. E por isso conclamo as cooperativas do Ceará que, nestes 45 anos, mostraram ter maturidade e seriedade na gestão suficientes, para, juntos, construirmos melhores dias para o nosso movimento”, enfatiza a liderança.

COOPERAÇÃO
O presidente do Sistema OCB/CE, João Nicédio Alves Nogueira, também destacou a importância da união entre os cooperados para a superação desse período de crise. Ele explicou que a instituição não tem medido esforços para mostrar as vantagens da cooperação.
“Temos feito um trabalho, ao longo dos últimos anos, para melhorar a imagem do cooperativismo cearense, evidenciando à sociedade os valores e diferenciais deste modelo mais humanizado de fazer negócios. Por isso, é que dizemos que o diferencial das cooperativas são as pessoas. São elas que definem os passos a serem dados, o que é fundamental, especialmente, em momentos como este, pelo qual passa o Brasil”, reforça Nicédio Nogueira.

PROGRAMAÇÃO
De acordo com a organização do evento, foram promovidas a cultura da cooperação, seus valores e princípios, por meio de ações focadas na educação cooperativista. E, como resultado, o encontro deverá fomentar a economia das cooperativas, oportunizando novos negócios, sustentabilidade e melhoria da gestão.

BOA AÇÃO
Voluntariamente, os participantes doaram latas de leite em pó. O alimento será destinado ao Projeto Logos – Núcleo de Ação Logos – Lar Batista (abrigo que atende a cerca de 300 crianças em processo de adoção).

INOVAÇÃO
O encontro tem o propósito de ser um evento sustentável e inovador. Uma das inovações será a neutralização das emissões de gases de efeito estufa, realizada pelo Programa Carbono Neutro da Unimed Fortaleza. Um inventário apontará o valor total de gases de efeito estufa emitidos e a melhor forma de neutraliza-los. A expectativa é de que, pelo menos, mil mudas de árvores nativas sejam plantadas em áreas degradadas. Confira aqui as fotos do evento



Publicidade