COCAMAR: Cooperada Cecília Falavigna fatura prêmio de produtividade da Syngenta

Publicado em: 12 julho - 2016

Leia todas


O Programa de Produtividade Integrada (PIN) da Syngenta premiou no sábado (02/07) em Foz do Iguaçu, os produtores que atingiram as maiores produtividades de grãos durante o ano de 2015 e na safra 2015/16. Foram convidados para a premiação os primeiros colocados das safras de soja, trigo e milho, representando 50 regiões brasileiras. Foi a segunda edição do programa, sendo a primeira em 2015, na Bahia.

Vencedora – Na produção de soja, a vencedora foi a cooperada da Cocamar, Cecília Falavigna, de Maringá, que colheu 92 sacas por hectare em sua propriedade no município de Floraí. Cecília tem um histórico de conquistas: ela ganhou o Concurso Cocamar de Produtividade de Soja nas últimas duas safras e já havia sido homenageada pela Syngenta no início de junho, durante evento que premiou os ganhadores do PIN regional, promovido na cooperativa. “Eu atribuo esses prêmios à preocupação que deve nortear o trabalho de todo produtor, ou seja, investir nas melhores tecnologias possíveis”, disse Falavigna, que comanda a propriedade ao lado do filho Paulo César, com o apoio do administrador Waldemar Orlandelli.

Crescimento – De acordo com a empresa, os melhores resultados da segunda edição do PIN apontam para aumentos de até 110% na produção, em comparação à média nacional divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Destinação – Ao todo, 2.250 produtores rurais brasileiros destinaram, na última safra, parte de suas terras à Produtividade Integrada. O programa visa incentivar agricultores a alcançar novos patamares de produtividade nas culturas de soja, milho (incluindo silagem) e trigo.

Resultados significativos- Dados repassados pela Syngenta apontam que os resultados alcançados pelos participantes da segunda edição do PIN foram altamente significativos. A produtividade média dos dez primeiros colocados em soja, classificados pelo programa, foi de 103 sacas por hectare, enquanto a média nacional é de 48,9. Para a cultura de milho verão, a média no Brasil é de 81,4, enquanto a média registrada pelos primeiros colocados no PIN foi de 218 sacas por hectare. Produtores de trigo vencedores alcançaram médias superiores a 80 sacas por hectare, sendo que a média do país é de 37.

Confiança – “Por sermos parte da solução para a segurança alimentar mundial, entendemos que as conquistas de nossas tecnologias são também dos produtores e do consumidor final. Além do alcance de mais produtividade, os resultados alcançados representam uma injeção de ânimo e confiança a agricultores que reconhecem sua capacidade e o papel fundamental que desempenham em alimentar o mundo, afirmou João Paulo Zampieri, diretor da Unidade Sul da Syngenta. (Imprensa Cocamar)