Curso capacita professores e coordenadores do CooperJovem

Publicado em: 15 julho - 2016

Leia todas


Professores das cinco novas escolas do oeste catarinense que aderiram ao CooperJovem participaram nessa semana, juntamente com os profissionais que coordenam o programa nas cooperativas, da segunda etapa do curso “Educação para a cooperação. A capacitação foi promovida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Santa Catarina (Sescoop/SC).

A assistente de promoção social do Sescoop/SC que acompanhou as atividades, Alessandra Antonello, explicou que o foco da segunda etapa é dar continuidade ao trabalho de preparação dos professores para iniciar a elaboração do Projeto Educacional Cooperativo (PEC). “Após encerrar a primeira fase do curso, eles elaboraram uma pesquisa e apresentaram os resultados nesse segundo momento. A partir destes resultados, são orientados para o desenvolvimento do PEC”.

As aulas foram conduzidas pela instrutora Denise Crespo Nunes que abordou aspectos relacionados ao PEC, detalhando sobre os critérios e as etapas de elaboração, conexões curriculares, avaliação participativa, entre outros.

O evento reuniu os coordenadores do CooperJovem no Sicoob Creditapiranga, Sicoob São Miguel e Auriverde, bem como os professores das seguintes unidades de ensino: Escola Municipal Integral Bela Vista, Centro Educacional São João do Oeste, Escola Municipal Funei, Escola Básica Municipal Olavo Bilac e Escola Municipal Núcleo Número Um. O programa atende mais de 1.200 alunos destas instituições.

A coordenadora do CooperJovem na Auriverde, Larissa Dessoy, lembrou que a cooperativa aderiu ao programa em 2010 com a Escola Tupinambá. Em 2015, duas novas instituições de ensino ingressaram ao programa (Escola Linha Biguá e a Escola Professor Mário Xavier dos Santos) e, nesse ano, a Escola Núcleo Número Um, de Cunha Porã, aderiu à iniciativa. São aproximadamente 500 participantes.

Segundo Larissa, além da troca de experiência vivenciada pelos professores e coordenadores nas capacitações, o programa proporciona aos alunos algo mais atrativo e, com isso, mostra que a escola deve ser frequentada porque forma cidadãos. “Nosso desafio enquanto cooperativa Auriverde é proporcionar essa visibilidade para a escola e abrir oportunidades aos alunos e a toda comunidade escolar. Agradecemos ao Sescoop/SC pela oportunidade”, observou.

Sobre o curso Educação para a Cooperação com os professores da Escola Municipal Núcleo Número Um que aderiu ao programa neste ano, Larissa destacou que oportunizou a mobilização de toda a comunidade escolar para verificar o que é necessário melhorar. Nessa segunda etapa, o foco é a discussão do tema (problema, hipótese, objetivos), que serão trabalhados em sala de aula. A partir disso, definiremos as ações que serão trabalhadas no PEC. As expectativas são muito positivas”, concluiu.

A capacitação também foi realizada, na última semana, na região do Vale do Itajaí com escolas parceiras das cooperativas Sicoob Trentocredi, Sicoob Maxicrédito e Cooper. Outra turma está programada nos dias 12 e 13 de julho, em Torres/RS, com a participação de professores e coordenadores do programa nas cooperativas Ceprag, Cergral e Cooperja.

A estrutura dessa formação básica é de três etapas presenciais de 16 horas cada, totalizando 48 horas/aula no primeiro ano e dois encontros de formação continuada de 8 horas/aula cada, apartir do segundo ano.

COOPERJOVEM

O objetivo do Programa CooperJovem é disseminar a cultura da cooperação, baseada nos princípios e valores do cooperativismo, por meio de atividades realizadas nas escolas públicas e cooperativas educacionais de todo o País. O programa reforça o 5º e o 7º princípios do cooperativismo, que destacam a educação, formação e informação e o interesse pela comunidade, sugerindo que a cooperação seja experimentada durante os processos de ensino-aprendizagem.

O CooperJovem abrange atualmente 27 cooperativas e 84 escolas, em 53 municípios do Estado e beneficia mais de 500 professores e 26 mil alunos da educação infantil e do ensino fundamental. “Neste ano, três novas cooperativas e 11 escolas ingressaram no programa”, ressalta a coordenadora de promoção social do Sescoop/SC, Patricia Gonçalves de Souza, ao falar que a iniciativa está evoluindo a cada ano e, este crescente desenvolvimento, tem oportunizado que suas etapas de formação e acompanhamento perpassem por um processo contínuo de avaliação e aperfeiçoamento.

Fonte: Assessoria de Imprensa