Dirigentes cooperativistas do TO discutem gestão e desenvolvimento

Publicado em: 20 setembro - 2017

Leia todas


Brasília (4/9/17) – Uma liderança profissionalizada, com foco em resultados e respeito à diversidade das pessoas é um desafio que todas as empresas e cooperativas da atualidade precisam vencer, sobretudo no Brasil, em função da crise política que tem afetado profundamente a economia nacional. É por isso que o Sistema OCB/TO escolheu o tema A importância da Liderança para o Desenvolvimento Sustentável das Cooperativas para dar o tom às discussões que marcam o I Fórum de Dirigentes Cooperativistas do Tocantins, realizado hoje, em Palmas. O evento contou com a participação de cerca de 70 pessoas, dentre dirigentes, presidentes, cooperados e representantes do cooperativismo tocantinense.

O presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, foi um dos convidados. Ele falou sobre a importância de as cooperativas terem uma gestão profissionalizada para superar as dificuldades resultantes da crise econômica pela qual passa o país.

Para ele, a concorrência inerente ao mundo dos negócios exige das organizações um comportamento diferenciado, pautado por uma gestão e por uma governança cada vez mais qualificada. “É preciso estar atento às tendências da economia, antecipar cenários e se reinventar constantemente na busca por excelência. E esse é um processo que vale para todos os modelos de negócio, incluindo o movimento cooperativista. Para as nossas cooperativas, a preocupação em estarem cada vez mais preparadas para os desafios do mercado deve funcionar como uma verdadeira bússola, indicando os caminhos a serem trilhados”, comenta.

Já o presidente do Sistema OCB/TO, Ricardo Khouri, discorreu sobre a realidade das cooperativas do estado e o perfil do consumidor, cada dia mais exigente e consciente do seu papel e poder de influência. Falou também sobre o fato de que as empresas têm investido fortemente na melhoria de processos, produtos e serviços e que a ideia do 1º Fórum de Dirigentes Cooperativistas do Tocantins é potencializar o desempenho das cooperativas tocantinenses, visando uma posição de referência no mercado, atendendo às expectativas dos clientes e, ao mesmo tempo, surpreendendo-os com projetos inovadores.

 COOPAVEL

Dilvo Grolli, foi convidado para apresentar o case de sucesso da cooperativa de onde é diretor presidente: “Coopavel: agronegócio e cooperativismo”. Localizada na cidade de Cascavel, região Oeste do Paraná e com mais de 47 anos de atuação dentro e fora do país, atualmente a Coopavel conta com mais de 4.398 associados e 5.169 colaboradores diretos. Em 2014, faturou mais de R$ 1,6 bi. Suas indústrias contribuem para 75% deste faturamento, com produtos comercializados em todo o Brasil e, ainda, em países como: Holanda, Alemanha, Espanha, Ilhas Canárias, Inglaterra, Uruguai, Chile, Aruba, África do Sul, Croácia, Iraque, Catar, Bahrein, Japão, China, Hong Kong, Emirados Árabes Unidos, Romênia, Macedônia entre outros. Clique aqui para saber mais sobre a cooperativa.



Publicidade