OCB realiza encontro nacional das cooperativas autorizadas

Publicado em: 04 novembro - 2016

Leia todas


Com a intenção de discutir aspectos regulatórios que impactam diretamente a rotina operacional do Ramo Infraestrutura, a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) realizou em 1º de novembro, em sua sede, em Brasília, o Encontro Nacional das Cooperativas Autorizadas (aquelas que atendem a consumidores rurais).

Durante a abertura, o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, ressaltou a necessidade de um planejamento que fortaleça as cooperativas. “É fundamental que o ramo tenha uma agenda estruturante de médio e longo prazos, com metas claras, sempre de olho nas necessidades do cooperados e cooperativas. Esse é o nosso grande desejo”, comenta a liderança.

Sobre a crise econômica do país, Márcio Freitas explicou que o Brasil está vivendo um momento fundamental que antecede a mudança que a nação brasileira tanto tem clamado. Segundo ele, “essa crise resultará em reformas inevitáveis.”

“Para o futuro – diz ele – as expectativas ainda são incertas, permeadas de dificuldades o que demandará tanto das cooperativas quanto dos demais setores econômicos muita criatividade para encontrar alternativas e caminhos. “Deveremos trabalhar todos juntos em prol do mesmo objetivo que é um cooperativismo forte”, afirma.

FUTURO – O presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, representante da Diretoria da OCB, responsável pelo acompanhamento do ramo, também direcionou sua fala ao planejamento do ramo. “É necessário desenhar, simular e planejar muito bem as ações das nossas cooperativas, pois o país ainda vive uma crise muito séria. Uma das formas de assegurar a competitividade do cooperativismo é o trabalho em prol de ações coordenadas, com um planejamento estruturado que nos mostre exatamente onde pretendemos chegar”, reforça Ricken.

A abertura do Encontro Nacional também contou com a participação do superintendente da Confederação Nacional das Cooperativas de Infraestrutura (Infracoop), José Zordan, do coordenador nacional do Conselho Consultivo do Ramo Infraestrutura, Danilo Roque Pasin, e do coordenador do GT Autorizadas, criado no âmbito do Conselho para discutir as demandas do segmento, Jorge Luis Soares Barbosa.

PROGRAMAÇÃO – Ao longo de todo o dia os representantes das cooperativas autorizadas participaram de discussões que envolveram a representação da OCB junto aos Três Poderes; o plano de trabalho e a pesquisa realizada sobre os temas prioritários trabalhados pela OCB em defesa das cooperativas autorizadas; os desafios e alternativas para os descontos tarifários, bem como o custo do desconto, preço de energia e modelos internacionais; e a estruturação tributária no setor elétrico e o desafio de padronização.

Os cooperativistas também participaram do painel O futuro das cooperativas autorizadas – como crescer com a intercooperação – Plano de ação 2017, no qual foram apresentados cases de sucesso aqui mesmo do Brasil.