Países de língua portuguesa discutem criação de rede internacional

Publicado em: 10 maio - 2016

Leia todas


Representante do cooperativismo brasileiro, o superintendente do Sistema OCB, Renato Nobile, participa de hoje até sábado (7/5), em Cabo Verde, país africano, do primeiro Congresso de Economia Social e Solidária dos Países Lusófonos, organizado pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. O evento ocorre na capital Cidade da Praia. O objetivo é a criação de um quadro de referência comum para políticas públicas de promoção de economia social e solidária no âmbito dessas comunidades.

“Se a sociedade civil organizada, por meio das associações da economia social e solidaria, participa da criação de condições político-institucionais, jurídicas e econômicas, essas organizações poderão contribuir com o processo de desenvolvimento das nações”, avalia Jacinto Santos, presidente do Citi-Habitat, entidade organizadora do Congresso.

Segundo Jacinto Santos essa rede lusófona de economia social e solidária será a entidade cujas funções irão desde coordenar a implementação das deliberações nos parlamentos até o apoio às redes nacionais na sua afirmação em articulação com os governos.

De acordo com a organização do evento, que ocorrerá na Universidade Jean Piaget, cerca de 150 pessoas, 40 estrangeiros, devem participar do Congresso. Além das discussões, os congressistas terão a oportunidade de fazer parte das três visitas técnicas que apresentarão as boas práticas cabo-verdianas em matéria de economia social e solidária. (Com informações do Citi-Habitat)