Seminário regional de Mulheres Cooperativistas reúne público feminino do oeste em Chapecó

Publicado em: 08 agosto - 2016

Leia todas


O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Santa Catarina (Sescoop/SC) promoveu, em Chapecó, o Seminário Regional de Mulheres Cooperativistas do oeste catarinense. O evento reuniu as representantes dos quatro Núcleos Femininos formados em 2015 nas seguintes cooperativas: Copérdia, Auriverde, Cooperitaipu, Sicoob Videira e Coopervil.

As atividades foram conduzidas pelo consultor Ney Guimarães com o objetivo de promover a integração e a troca de experiências, por meio da apresentação das ações realizadas por cada núcleo, o que possibilitou que fossem relatados os benefícios e resultados já alcançados, após o término da formação modular e a constituição dos núcleos femininos.

A coordenadora de promoção social do Sescoop/SC, Patricia Gonçalves de Souza, realça que o Programa Mulheres Cooperativistas já formou 11 turmas com a participação de 379 mulheres de 12 cooperativas de todo o Estado. Segundo ela, um dos fatores determinantes para o sucesso do programa é o apoio e o compromisso dos dirigentes da cooperativa durante o processo de formação e, posteriormente, na organização e desenvolvimento do núcleo feminino.

“Após a conclusão dos módulos do programa, a cooperativa assume a coordenação do núcleo formado, a partir da elaboração de um planejamento voltado para viabilizar, na prática, uma efetiva participação das mulheres, tanto nas assembleias, quanto nos núcleos ou comitês de lideranças e comunidade e, ainda, promovendo a manutenção e o fortalecimento do grupo com ações/projetos de formação continuada”, explica.

As coordenadoras da Coopervil, Suzana Araldi Patricio, e do Sicoob Videira Claudete Zornitta Ciota, salientam que o seminário foi um momento muito rico de integração e troca de experiências, pois todas as participantes passaram recentemente pela formação promovida pelo Sescoop/SC, em parceria com as cooperativas. “Todos os núcleos estão realizando suas ações colocando em prática o aprendizado da formação, que esteve focado na cooperação e no cooperativismo”, completa Suzana.

Sobre o Programa Mulheres Cooperativistas, elas destacam que veio de encontro ao que o público-alvo buscava para aprimorar conhecimentos e promover a integração, no modo de pensar, agir e ser de cada mulher. “É também de grande valia para a caminhada cooperativa, pois a cooperação passa a ser o nosso centro de atenções. Sentimos que nossa caminhada está no caminho certo e todo esse aprendizado tem trazido um excelente resultado. Quando ouvimos o quanto o programa ajudou a transformar e melhorar a vida dessas famílias, tornando-as mais felizes, nos emocionamos e, isso, nos estimula a disseminar e envolver ainda mais mulheres no programa”, observa Claudete.

EXPERIÊNCIA NA COOPERVIL E NO SICOOB

As coordenadoras observam que o Núcleo Feminino do Sicoob Videira e Coopervil teve início em maio de 2015 com a sensibilização, seguindo com as seis etapas de 16 horas do programa e, no mês de setembro, encerrou com a formação do núcleo e a formatura das participantes com a presença da família. Em dezembro foi construído o planejamento com as ações programadas para 2016.

As atividades das 40 integrantes do núcleo, neste ano, iniciaram com uma reunião em fevereiro e seguiram com a participação na Assembleia Geral da Coopervil, bem como no 12° Campo Demonstrativo da Coopervil. Em abril, elas participaram do 2° Clube da Bezerra da Coopervil e da Assembleia Geral do Sicoob. No mês de maio, participaram da palestra com José Luiz Janse de Mello, que abordou o tema Empatia, entre outras ações.

No mês de junho foi organizada uma palestra com o economista Marcos Fava Neves, que abordou o cenário econômico atual e as perspectivas de mercado, além da promoção da festa Junina do Núcleo, que oportunizou momentos de alegria e integração entre familiares e demais convidados do evento. Em 1º de julho, Dia Internacional do Cooperativismo, o núcleo esteve presente apresentando seus trabalhos.

O núcleo também organizou a Campanha de fralda geriátrica que teve início no dia 1º de junho e encerrou no dia 10 de julho, destinadas ao Lar O Bom Samaritano, de Videira, que abriga 24 idosos. A campanha arrecadou R$ 5.780,00, o que equivale a mais de 600 pacotes de fraldas adquiridos com o incentivo do governo. No segundo semestre, as ações seguem como o curso de oratória de 16 horas, programado para agosto e a participação no Encontro Estadual de Mulheres Cooperativistas, no mês de setembro.