Superintendentes do Sistema OCB conhecem estrutura de cooperativas mineiras

Publicado em: 06 junho - 2016

Leia todas


Grupo de executivos que participa do Programa Nacional de Desenvolvimento de Líderes e Executivos visitou as instalações da Cooxupé e Coopeg

Desenvolver competências para o exercício da função executiva, por meio do aprofundamento nas áreas de gestão e governança, pesquisa, inovação e desenvolvimento, processos de negócio e intercooperação. Este é o objetivo do Programa Nacional de Desenvolvimento de Líderes e Executivos do Sistema OCB. A iniciativa reúne um grupo de 20 superintendentes das organizações estaduais do Sistema OCB, acompanhados pelo superintendente da unidade nacional, Renato Nobile, e da gerente geral do Sescoop, Karla Oliveira, em uma série de atividades técnicas.

Hoje, os executivos tiveram reuniões técnicas seguidas de vista às instalações de duas cooperativas do estado de Minas Gerais: a Cooperativa dos Profissionais de Educação em Guaxupé Ltda (Coopeg) e a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé Ltda (Cooxupé).

PREOCUPAÇÃO COM O FUTURO

A Cooperativa dos Profissionais de Educação em Guaxupé Ltda (Coopeg) foi constituída em 18 de outubro de 1998, com o objetivo de unir as pessoas que se dedicavam às atividades educacionais e à defesa das atividades econômicas de caráter comum. Inicialmente, a cooperativa contava com 23 cooperados. A escola que iniciou suas atividades em 1999, contando com 54 alunos, atuando na educação infantil (2 a 6 anos) e ensino fundamental (1ª à 8ª série), finalizou esse ano com 97 alunos e 27 cooperados.

Em 2002 a Coopeg foi certificada pela Ocemg, houve também a aquisição de um terreno de 4 mil m² com recursos próprios para construção da nova sede. Ainda no mesmo ano inicia-se a intercooperação, com disputas esportivas com o Colégio Alternativo, sediado na cidade de Guaranésia. Em 2009 ocorre a inauguração da sede Coopeg. Em 2014, pelos resultados alcançados na auto avaliação do PDGC, a cooperativa é eleita uma das melhores do país, em termos de gestão.

DEDICAÇÃO – Para o superintendente do Sistema OCEB, José Alberto Batista dos Santos, a vista à Coopeg foi extremante rica e demonstrou o quando o cooperativismo faz diferença na vida da comunidade e dos cooperados. “A Coopeg tem uma característica marcante: os cooperados mostram o tempo todo a vontade de ver seu negócio consolidado. Eles lutam bastante para fazê-lo crescer. Para se ter uma ideia até as sobras são reinvestidas. Além disso, eles se preocupam muito com a renovação do quadro social, cooperando os ex-alunos que já entenderam os valores do cooperativismo”, destaca.

GESTÃO PROFISSIONALIZADA

Com mais de 80 anos de história, a Cooxupé (Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé Ltda) iniciou suas atividades em 1932, com a fundação de uma Cooperativa de Crédito Agrícola, transformada em 1957 em Cooperativa de Cafeicultores. A mudança ocorreu graças à sensibilidade dos primeiros cooperados às carências regionais. Naquele ano, a organização passou a ter a produção de café como seu principal produto. Logo em seguida, em 1959, a cooperativa já exportava seu café pela primeira vez.

Atualmente a Cooxupé possui mais de 12 mil cooperados – 84% deles pequenos produtores que vivem da agricultura familiar –, recebendo café produzido em mais de 200 municípios de sua área de ação, localizada nas regiões do sul de Minas, cerrado mineiro e vale do rio Pardo (no estado de São Paulo). Pensando na diversificação de seus negócios, a Cooxupé também possui projetos como torrefação própria, auxilio na produção e comercialização de milho, fábrica de rações, laboratórios para análise do solo, geoprocessamento, entre outros investimentos.

Além disso, a cooperativa vem, ao longo dos anos, ampliando mercados como o de cafés especiais e certificados. A Cooxupé possui operações na BM&FBovespa e é membro do conselho da bolsa, além de operar em Nova York e outros mercados internacionais de commodities.

EXCELÊNCIA – Para Remy Gorga Neto, superintendente do Sistema OCDF, o que mais lhe chamou a atenção foi a gestão profissionalizada da cooperativa em nível avançado. “Praticamente todas as áreas têm gestores contratados, além disso destacaria os sistemas de controle, tecnologia da informação e rastreabilidade do café como os principais diferenciais da Cooxupé. Sem sombra de dúvidas, é um caso de sucesso para o DF e também o Brasil”, analisa o superintendente.

AMANHÃ – A programação desta quarta-feira inclui reunião com representantes Unimed Previdência, ainda em Minas Gerais. Logo depois, o grupo se desloca para Barreiras, na Bahia, onde tem reunião com a Cooperativa de Produtores Rurais da Bahia (COOPERFARMS), seguida de visita técnica às suas instalações.