Cooperativa aperfeiçoa práticas de gestão financeira

Publicado em: 07 junho - 2022

Leia todas


Foto: Copagril

A pandemia da Covid-19 trouxe um cenário instável para a economia mundial. A crise gerada atingiu de forma imprevisível inúmeros negócios, que precisaram ajustar suas atividades para manter o funcionamento ou, até mesmo, rever fluxos de caixa para minimizar os impactos.

E este é o momento ideal para discutir sobre a mitigação de riscos. Afinal, apesar da crise, o agronegócio não parou e, com isso, podemos refletir sobre a importância dos produtores estarem cientes sobre os riscos aos quais seus negócios estão expostos e como aproveitar oportunidades para, assim como o agro, passar por turbulências o mais protegido possível.

Esta é a forma encontrada pela Copagril para fazer o enfrentamento adequado a essa complexa situação, afinal mesmo que o agro tenha sido o único setor econômico do país que registrou crescimento durante a pandemia, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com o isolamento social e a diminuição dos food services, muitas commodities têm enfrentado cenários desafiadores nos últimos meses.

O Gerente do Setor Financeiro da Cooperativa Copagril, Luiz Fernando Cilento Mraz, ressalta que mesmo com perspectivas mais positivas em relação aos setores da indústria e serviços, o cenário tende a continuar volátil nos próximos meses, com preocupações sobre a estabilidade do setor em relação às condições de trabalho, à logística e à demanda.

Sendo assim, o Departamento Financeiro, em acordo com a diretoria, organizou o Primeiro Fórum de Práticas de Gestão Financeira da Copagril, ministrado pela Professora Berenice Righi Damke. Ela é uma das principais autoridades no assunto, tendo atuado por 13 anos em bancos, com destaque para o Banco Safra, Rabobank e BI&P.

Esse trabalho de consultoria financeira iniciou no ano passado, em 2021 e se aprofundou no último mês de maio, promovendo uma nova e moderna política para manter a saúde e desenvolvimento dos negócios, trazendo boa organização financeira e entendimento dos principais fundamentos do mercado.

O Diretor Financeiro da Copagril Luiz Mraz ressalta a importância para a Cooperativa e para o associado neste cenário em que as commodities sofrem influências de variáveis internas e externas.

O mais importante disso tudo é ressaltar que as tomadas de ações não se baseiam em adivinhações. Todas as operações devem ser feitas a partir da análise de diversos dados e fatores, sempre considerando a margem de lucro da atividade como fator decisório principal.

Diante de gestores, diretores, superintendentes, integrantes do Conselho de Administração Fiscal e o Diretor-presidente da Copagril, Ricardo Chapla também ressaltou a importância do Fórum de Práticas de Gestão Financeira, pois através do conhecimento das operações de mercado futuro é possível abrir portas para oportunidades que podem ajudar a sair da insegurança de momentos sensíveis e permitem um gerenciamento de riscos.

Chapla salientou que a instabilidade da pandemia, a guerra entre Rússia e Ucrânia, a tensão política global e a alta dos preços com a volta da inflação no mundo, tem assustado o produtor, mas vale recordar que o agronegócio, no geral, é formado por ciclos.

O diferencial está em quem consegue se proteger nas baixas e tirar proveitos nas altas. O produtor não precisa temer a utilização de instrumentos financeiros e, muito menos, se desesperar ao se deparar com crises. Há caminhos para proteger os negócios e, consequentemente, permitir que evoluam com vigor. É necessário olhar para as oportunidades do mercado e lembrar que nenhum mal dura para sempre, basta estar preparado, disse o Diretor-presidente da Copagril Ricardo Chapla.


Fonte: Imprensa Copagril


Notícias Relacionadas



Publicidade