Cooperativa aposta em energia solar e economiza quase 100% na conta mensal

Publicado em: 09 junho - 2022

Leia todas


Apostar em energia limpa tem sido um ótimo negócio para a Uniodonto Goiânia. A cooperativa, há cerca de um ano, instalou em sua sede um Sistema Solar Fotovoltaico, com 38 painéis. O resultado hoje é que a cooperativa obteve uma economia na despesa com energia elétrica nos últimos 12 meses de 97,34% em relação ao período anterior, o que significa uma redução de mais de R$ 52 mil por ano.

De acordo com a coordenadora administrativa da Uniodonto Goiânia, Jaine Barbosa, a produtividade da usina fotovoltaica tem sido excelente. “Isso possibilitou, em 2022, o compartilhamento dos créditos da energia gerada em nossa sede com a unidade em que funciona o Plantão de Urgência 24h cujo imóvel é de locação, possibilitando a redução de mais uma conta de energia elétrica à cooperativa”, conta.

O presidente da Uniodonto Goiânia, Fábio Prudente, afirma que a instalação da usina fotovoltaica foi uma medida extremamente assertiva e feita no momento certo. “A gente entrou na hora certa, no momento certo, obviamente que se os valores gastos forem atualizados, eles são maiores do que foram aí há um ano e meio, acredito eu, quando a gente instalou”, aponta.

A utilização da energia solar por empresas diversas é uma tendência que vai crescendo aos poucos e corresponde às práticas ambientais, sociais e de governança de uma organização (ESG). Quando a Uniodonto Goiânia resolveu investir na usina fotovoltaica ela também cumpriu o 7º princípio cooperativista, que versa sobre o interesse pela comunidade – as cooperativas trabalham para o desenvolvimento sustentado das suas comunidades.

Para o presidente da Uniodonto Goiânia, o modelo de energia sustentável tem tudo a ver com os princípios do cooperativismo. “Acho que mais do que ter um discurso de princípios cooperativistas, é importante efetivamente que a prática esteja alinhada com esse discurso e é isso que a gente procura realizar na Uniodonto Goiânia. Tendo a coerência do que a gente acredita, da filosofia cooperativista, da sustentabilidade, da transparência com nossos cooperados, mas na prática termos ações que sejam coerentes com esses princípios cooperativistas e com a sustentabilidade. É nisso que a gente acredita”, analisa.

Potência

A potência do Sistema Fotovoltaico da Uniodonto Goiânia é de 63,08 quilowatt com possibilidade de gerar aproximadamente 7101,66 KWh / mês. Foram investidos R$ 250 mil e a expectativa inicial é que com a economia mensal de 80% de energia elétrica o investimento vai dar retorno em três anos e três meses. Vale lembrar ainda que a vida útil do sistema é de aproximadamente 25 anos e quase não há manutenção específica, uma vez que o único cuidado é a limpeza regular das placas.

Expansão

A energia solar no Brasil corresponde a apenas 1,7% da matriz energética brasileira. Mas, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o mercado está em expansão. Em 2019 o crescimento do setor foi de 212%. O ano de 2020 fechou com pouco mais de 174 mil sistemas fotovoltaicos e a previsão é de que esse número ultrapasse a casa dos 880 mil sistemas em todo território brasileiro até 2024. Esse crescimento foi provocado pela crise hídrica que encareceu o preço da energia elétrica e pelos incentivos do governo federal, como linhas de financiamento com prazos longos e juros baixos para quem quer investir no sistema. Goiás é o 6º estado da federação que mais investida em tecnologia com 5,5% de toda potência instalada no país.

Ainda de acordo com a Aneel e a Absolar, mesmo com o pequeno parque instalado no Brasil a tecnologia já impediu que mais de 1,1 milhão de toneladas de CO² feito parar na atmosfera. Isso porque uma usina hidrelétrica emite tanto CO2 quanto as termoelétricas – que queimam pacotes como bagaços, madeira, óleo, gás natural e outros produtos – pois ao ser construído, uma hidrelétrica inunda áreas muito grandes, uma vegetação apodrece e lança dióxido de carbono e metano na natureza.


Fonte: G1


Notícias Relacionadas:



Publicidade