Cooperativa apresenta soluções com tecnologia 5g, para a segurança no campo

Publicado em: 14 agosto - 2021

Leia todas


No lançamento do piloto da tecnologia 5G, nesta quinta (12/08), na Embrapa Soja, em Londrina (PR), a Integrada apresentou ferramentas aplicáveis na propriedade rural que reforçam a segurança da área, em amplitude que garante o monitoramento de 100% da localidade alvo.

No estande da cooperativa, o diretor-presidente da Integrada Jorge Hashimoto relatou ao ministro das Comunicações Fábio Faria e à ministra da agricultura Tereza Cristina a preocupação dos produtores rurais com os ilícitos no campo, e como a conexão em alta velocidade pode ajudar a minimizar a situação.

“A cooperativa oferece maquinário avançado, insumos de excelente origem e assistência técnica altamente qualificada, para dar oportunidade ao cooperado de colher a melhor produtividade possível. Com a adoção dos recursos tecnológicos que a conexão 5G pode proporcionar, esse caminho fica mais rápido e seguro”, avalia Hashimoto.

A ministra Tereza Cristina disse ser apaixonada pelo modelo cooperativista. “Essa inovação que a tecnologia 5G oportuniza vai perfeiçoar ainda mais a assistência técnica oferecida de forma tão democrática pelas cooperativas, como a Integrada. E, outros serviços e maquinários vão atender de forma ainda mais eficiente o produtor rural”.

A Integrada fez uma parceria com a empresa Masterseg, especialista em segurança patrimonial, e com a HikVision, que domina a expertise das ferramentas virtuais de monitoramento. Câmeras térmicas que registram o movimento de pessoas e animais, equipamentos que fazem fotos de pessoas que entram na propriedade, outros capazes de fazer o controle de cargas, da entrada até a saída do veículo, estão entre as soluções já disponíveis.

Ainda, uma câmera monitora e acompanha em tempo real, a rotina da propriedade, em um raio de até 5 quilômetros. O representante da HikVision no Brasil, Jefferson Timo de Oliveira, comenta que a empresa tem um portfólio de tecnologias pronto para contribuir com a segurança no campo. “A chegada da antena 5G fecha a cadeia para a entrega das soluções desenvolvidas, e estimula novos projetos”, observa.

A comitiva de autoridades presentes no lançamento da antena 5G em Londrina, incluiu o governador do Paraná, Ratinho Jr. Ele anunciou que, a partir da liberação do leilão que vai definir as operadoras de 5G no país, deve começar no estado o preparo para a instalação da tecnologia nas cidades. “Em dois a três anos, queremos ver ativa a conexão mais rápida que vai ajudar o campo e a cidade a acompanhar a inovação”.

O chefe geral da Embrapa Soja, Alexandre Nepomuceno, também visitou o estande de tecnologias da Integrada. Ele lembrou que a instituição de pesquisa de soja mais importante do país está próxima da Integrada e que novas parcerias podem acontecer em breve. “Com a concretização da conexão 5G, esse trabalho conjunto vai beneficiar ainda mais o produtor rural e o agronegócio brasileiros”.

Ao final da apresentação, o presidente da Integrada presenteou as autoridades com o café Coperatto, lançado recentemente pela Integrada, e já entrando no varejo. O café é produzido com grãos de excelente qualidade, a partir de lavouras de cooperados do Norte Pioneiro do Paraná. A ministra Tereza Cristina, o ministro Fábio Farias, e demais presentes, provaram o café Coperatto.

Londrina foi uma das 5 cidades brasileiras selecionadas para a instalação de uma antena 5G no Brasil. E, é a única cidade do sul do país e receber a tecnologia. O ministério das Comunicações optou por implantar o projeto piloto de 5G em municípios considerados referência nos segmentos alvo.

No agronegócio, foram instaladas antenas em Rondonópolis (MT), e Sorocaba (SP). O ministro das Comunicações, Fábio Faria, disse que na próxima quarta-feira (18), o Tribunal de Contas da União (TCU) deve votar o edital do leilão de 5G. “Dando certo, volta para a Anatel e depois de sete dias publica o edital. Em 30 dias, teremos o leilão de 5G e tenho certeza que todas as empresas vão correr para o agronegócio, porque todas estão prontas para atender o agro brasileiro”. Segundo ele, até junho de 2022 todas as capitais terão acesso ao 5G.


Fonte: Imprensa Integrada


Notícias Relacionadas:



Publicidade