Cooperativa assina contrato com startup para aproximar Clube de Benefícios e clientes

Publicado em: 21 outubro - 2021

Leia todas


Uma startup nasce quando uma iniciativa surgida no campo das ideias parte para o mundo digital, por exemplo, com chance de fazer a diferença na vida real. Histórias assim são cada vez mais incentivadas nos negócios e vêm recebendo apoio de organizações de diversas áreas, incluindo a saúde, caso da Unimed Cascavel.

No dia 13 de outubro, a Cooperativa assinou o primeiro contrato com uma startup que será incubada pelo Hub de Inovação inaugurado em março de 2020 por meio de uma parceria da Unimed Cascavel com o Sebrae e a Unioeste. “Dentro dos valores do cooperativismo, é importante a Unimed Cascavel estar presente na comunidade. É até uma questão da sustentabilidade, pois parcerias assim representam uma forma da Cooperativa devolver para a sociedade o que essa mesma sociedade nos dá”, conta Luciana Lazzari, superintendente Administrativa e de Mercado da cooperativa de saúde.

A startup auxiliará o Clube de Benefícios Cuidar Bem a ter mais visibilidade entre os clientes da Unimed, chegando mais perto deles. A solução fará a conexão entre a Unimed, parceiros que oferecem descontos em produtos e serviços e um APP para os clientes acessarem os descontos e outras funcionalidades como cashbacks, que farão parte do escopo deste projeto inovador. “Com o crescimento do nosso Clube de Benefícios, surge a necessidade dessa ferramenta. Poderíamos ter comprado algo pronto, mas quisemos incentivar o empreendedorismo e o desenvolvimento local”, complementa a superintendente.

A iniciativa ficará incubada por seis meses no Hub, cuja estrutura está ativa no Núcleo de Pesquisas Avançadas em Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas (Nupeace), na Unioeste. Depois, o produto poderá ser usado pela Unimed Cascavel. “É muito importante a gente ter o apoio de parceiros como a Unimed Cascavel, o Sebrae e todos os professores que estão envolvidos no desenvolvimento do Unihub. A gente só tem a agradecer pelas oficinas e por todo o aprendizado que a gente veio armazenando ao longo desse período. Revisamos o projeto, fizemos orçamentos e avaliamos as possibilidades de parcerias que a gente pode colocar aqui. Primeiramente a gente vai estruturar a solução, porque teremos que passar pelo processo de validação, e, em seguida, entrar no mercado. A previsão de entrega é para o início do ano que vem”, explica Juliano Brustolin, idealizador do projeto e aluno do curso de Ciências Econômicas do campus da Unioeste.

“A gente fica muito feliz ao ver o trabalho desenvolvido desde o ano passado para chegarmos a este momento. Agora vemos este contrato firmado com os nossos alunos, que já têm o CNPJ junto à Unimed, por meio da parceria com o Sebrae e com o incentivo de todos os nossos professores envolvidos. Acredito que de nada adianta haver inovação se essa inovação ficar somente dentro da universidade. O que é produzido deve se refletir em benefícios para a sociedade, e o melhor modelo de projeto é assim: quando existe a possibilidade do produto estar sendo desenvolvido e testado ao mesmo tempo”, acrescenta Alexandre Bebber, reitor da Unioeste.

“Nós entendemos que o que está acontecendo aqui é um digníssimo resultado que pode ser gerado em função desta parceria. Acreditamos que o empreendedorismo é capaz de transformar a sociedade. Iniciativas de sucesso como esta podem ser geradas quando a universidade abre as portas e utiliza todo o conhecimento que tem para fazer este movimento ao lado da Unimed Cascavel, grande cooperativa, e do Sebrae, ente apoiador que traz metodologia, processo, produto e orientações para os possíveis empreendedores. Claro que, além da união dessas três forças, a gente conta com os próprios alunos”, finaliza Augusto Stein, gerente regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.


Fonte: Imprensa Unimed Cascavel


Notícias Relacionadas:



Publicidade