Cooperativa constrói porto próprio de R$ 1 bilhão no Sul

Publicado em: 08 setembro - 2021

Leia todas


“Vamos trabalhar com as melhores alternativas para atender a expansão que estamos tendo”

A cooperativa Coamo Agroindustrial anunciou recentemente que irá investir R$ 1 bilhão na construção de seu próprio porto, que ficará localizado na cidade de Itapoá, no estado de Santa Catarina. Em relação ao andamento da obra, a compra do terreno de 400 metros de frente para o mar, na baía de Babitonga, já foi realizada e estão sendo feitos levantamentos do Estudo de Impacto Ambiental. 

“É um projeto de longo prazo e estratégico para nós. Começamos a enfrentar um período muito conturbado na administração do porto, por volta de 2003 e isso durou cerca de uma década. Foi durante o governo de Roberto Requião. Era muita confusão, com frequentes atrasos nos embarques de navios, o que gerava multas. Perdemos muitos clientes”, afirma presidente executivo da Coamo, Airton Galinari. 

Atualmente, no entanto, o presidente afirmou que o porto de Paranaguá consegue atender todas as demandas da cooperativa, não tendo mais a necessidade de um novo porto. No entanto, como estratégia para o futuro, a iniciativa ainda é válida.  

“Agora há regras claras. Hoje, Paranaguá nos atende totalmente e não precisaríamos mais de um novo porto. Na medida em que crescemos também vamos tendo problemas. Não pelo porto em si, mas pela estrutura que leva ao porto, como a rodovia e a ferrovia. Vamos trabalhar com as melhores alternativas para atender a expansão que estamos tendo”, diz ele. 

Além do Paraná, a cooperativa também já está presente no Mato Grosso do Sul e Santa Catarina. No centro-oeste catarinense, são cinco unidades de produção e a principal demanda é a exportação do óleo de soja produzido. 


Fonte: Agrolink


Notícias Relacionadas:



Publicidade