Cooperativa de reciclagem será beneficiada em projeto de sustentabilidade

Publicado em: 13 fevereiro - 2022

Leia todas


A cooperativa de reciclagem Coopcat de Barra Mansa, será uma das contratadas e beneficiadas em ação de sustentabilidade da Nestlé em parceria com a startup Yattó, especializada em soluções de economia circular e logística reversa. A ação vai realizar a coleta de materiais recicláveis em mais de 52 locais fixos e outros 600 pontos itinerantes distribuídos entre as lojas parceiras da companhia em 98 cidades.

O projeto vai dar um novo destino aos resíduos através de cooperativas distribuídas em mais de 30 cidades e do apoio de cerca de 900 catadores e catadoras de recicláveis. Com a doação dos materiais coletados e a contratação dos seus serviços durante a campanha, a Nestlé vai contribuir para gerar renda e condições mais dignas de trabalho aos trabalhadores.

A Coopcat conta hoje com 35 cooperados, em sua maioria catadores do antigo lixão da cidade, que foi desativado, deixando essas pessoas em condições de vulnerabilidade.

Ações de apoio à cadeia de reciclagem 

Além dessa ação, a Nestlé vai fazer uma doação para iniciativas de reciclagem a cada cadastro realizado pelos consumidores na promoção. O objetivo é atingir R$ 1 milhão em doações e a porcentagem doada pode ser acompanhada em tempo real no “reciclômetro” disponível no site da promoção.

As iniciativas integram uma jornada de longo prazo da Nestlé para apoiar as cadeias de reciclagem no Brasil. Atualmente, apenas 3% do lixo no país é reciclado — e as cooperativas são responsáveis pela coleta de 90% de todos esses resíduos recicláveis, segundo a Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais).

“Esse desafio envolve muitas frentes: precisamos de mais inovação no setor de embalagens recicláveis, de uma estrutura para reciclagem mais robusta e capilar que reconheça o trabalho dos catadores e cooperativas, e de uma maior conscientização e mobilização das pessoas com a reciclagem. Não existe lixo, afinal, quase todo resíduo quando tratado corretamente pode virar uma oportunidade de renda para alguém. Por isso, queremos fazer uma contribuição para a sociedade, apoiando catadores e catadoras no Brasil para que eles consigam atuar como empreendedores sociais e agentes socioambientais, entendendo a importância do trabalho que exercem. Com a promoção Nestlé, temos a oportunidade de apoiar a geração de renda para eles e ao mesmo tempo conscientizar o público”, diz Barbara Sapunar, Head de Criação de Valor Compartilhado da Nestlé Brasil.

“As cooperativas participantes serão remuneradas pela venda dos materiais que vão ser reciclados e também pelo serviço de retirada, classificação e separação. Além disso, a tecnologia e os programas estruturantes fornecidos pela Yattó permitem que sejam gerados relatórios sobre os itens coletados, ajudando a Nestlé a mensurar o impacto social dessa parceria. É uma relação muito positiva em que não só doamos os materiais para as cooperativas, mas também reconhecemos o valor dos outros serviços prestados por elas”, afirma Luiz Grillo, CEO da Yattó.


Fonte: Portal Diario do Vale


Notícias Relacionadas



Publicidade