Cooperativa de saúde realiza ações exclusivas para a terceira idade

Publicado em: 03 novembro - 2021

Leia todas


Entidade reforça o seu compromisso em oferecer bem-estar para a população por meio do programa Unimed Ativa, que já atendeu (350) pessoas desde 2014

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2019, o número de idosos no Brasil chegou a 32,9 milhões de pessoas. Os dados reforçam uma tendência de envelhecimento entre a população brasileira, inclusive, com o número de pessoas com mais de 60 anos no país superando o de crianças com até 9 anos. Atenta sobre a importância do idoso na sociedade e a constante necessidade de um olhar empático e cuidadoso para essa parcela significativa da população, a Central Nacional Unimed (CNU), por meio de seu Instituto, disponibiliza ações em prol da saúde de quem tem 60 anos ou mais. As iniciativas exclusivas para a terceira idade acontecem por meio do programa Unimed Ativa, em dois eixos de atuação: o curso de cuidadores de idosos e o núcleo de qualidade de vida do idoso. Juntas, essas duas frentes de trabalho já possibilitaram o atendimento de aproximadamente 5 mil pessoas desde 2014.

No último ano, em função da pandemia da Covid-19, a capacitação profissional em “Cuidador de Idosos”, realizada em parceria com a Faculdade Unimed, foi 100% adaptada para o ambiente online, permitindo que interessados de todas as regiões do Brasil participassem e pudessem aprofundar o conhecimento sobre a importância do cuidador na sociedade. O curso é totalmente gratuito e dinâmico, levando aos estudantes técnicas para prestar um atendimento assertivo, com as melhores práticas de cuidado para auxiliar famílias e equipes médicas do indivíduo. Com mais de 80 horas de duração, o curso tem uma grade robusta de conteúdo, com pautas sobre o envelhecimento, alimentação, doenças e a autonomia do idoso. Há ainda orientações sobre o cuidado, simulações de situações do cotidiano e, claro, cuidados e atenção na rotina diante do coronavírus. São 16 atividades para que o aluno possa ser aprovado. Além do acompanhamento nas aulas, ele precisa atingir no mínimo de 70% de aproveitamento em cada atividade.

Para Luiz Paulo Tostes Coimbra, presidente da Central Nacional Unimed, a preocupação em garantir o bem-estar dos idosos é uma missão contínua e o cuidador exerce função essencial nesse contexto. “A preocupação em garantir um atendimento de qualidade move o dia a dia da Central Nacional Unimed. Por isso, temos essa responsabilidade de preparar profissionais qualificados, especialmente aqueles que vão cuidar de nossos idosos, uma parcela ativa e cada vez mais crescente da sociedade”, afirma o presidente. O curso, em vigor desde 2014, já registrou mais de 20 mil inscritos e 4,5 mil alunos certificados.

Os números comprovam o interesse e a demanda da sociedade pelas técnicas de cuidado com a terceira idade. Motivado por esse contexto, o Instituto Central Nacional Unimed atua também no projeto multidisciplinar do Unimed Ativa, que oferece, gratuitamente e para qualquer interessado, atividades físicas e ocupacionais. Atividade também modificada em meio à pandemia. Além do novo formato, totalmente online para a segurança dos participantes, foram adicionados ao programa as ações de musicoterapia, prática e orientação nutricional, encontros com psicólogos e acompanhamento com fisioterapeuta e terapia ocupacional. Atualmente, há 150 idosos divididos em 6 turmas, que realizam atividades duas vezes por semana.

“Vale destacar o quanto é benéfico este trabalho em muitas mãos, já que podemos ter contato com diversas pessoas e instituições pelo Brasil. É muito animador ver os idosos empolgados para as atividades e interação com colegas do início ao fim das aulas. Com certeza é um momento de muita alegria, que impacta positivamente na rotina de todos”, diz Patrícia Malta, assessora de Relações Institucionais na CNU, que também compõe a diretoria do Instituto. Uma recente pesquisa realizada com os participantes do projeto, revelou que a solidão, o desânimo e a ausência dos familiares e amigos no contexto do isolamento social afetaram a rotina e a saúde plena do grupo. Com o início das ações do Unimed Ativa, aproximadamente 50% dos participantes indicaram ter percebido uma melhora rápida e expressiva na qualidade de vida e nas relações interpessoais.

“As aulas sobre o cuidado com os idosos e as ações assistenciais para apoiar o grupo são dinâmicas essenciais para manter a terceira idade em evidência na sociedade. Para nós, esse é o poder do cooperativismo médico: a criação de soluções e ações que impactam as diversas camadas da população”, finaliza Luiz Paulo. Para participar das atividades, além da inscrição prévia, é necessário o uso de computador ou smartphone com acesso à internet.

• Informações: curso cuidador de idosos | Faculdade Unimed

Pessoas maiores de 18 anos, com ensino médio completo que tenham interesse nessa capacitação estão aptas a se matricular. As inscrições podem ser realizadas diretamente na plataforma da Faculdade Unime: unimed . me / cursocuidadores. Não é necessário ser profissional da saúde para participar.

• Informações: Unimed Ativa | Núcleo de qualidade de vida do idoso

Por ser online, qualquer pessoa acima de 60 anos, em qualquer lugar do Brasil pode fazer parte deste programa, para efetuar a inscrição, é necessário o envio de e-mail para instituto@centralnacionalunimed.com.br.


Fonte: Assessoria de Imprensa Central Nacional Unimed


Notícias Relacionadas:



Publicidade