Cooperativa investirá R$ 66 milhões no sistema elétrico neste ano

Publicado em: 19 junho - 2022

Leia todas


Com sede em Ibirubá, a Coprel abrange 72 municípios em sua área de atuação

A Cooperativa de Geração de Energia e Desenvolvimento (Coprel), com sede em Ibirubá, anunciou uma projeção de investimentos no sistema elétrico neste ano. Serão aplicados R$ 66 milhões nos 72 municípios da sua área de atuação. Somente na troca de postes, o valor corresponde a R$ 13 milhões.

A direção da cooperativa afirma que os investimentos contínuos em melhorias nas redes elétricas garantem mais confiabilidade e qualidade na energia distribuída aos 55 mil associados. O Plano de Investimentos da Coprel é organizado e planejado pela equipe de engenheiros com base nos estudos elétricos, tendo como objetivo atender o incremento de carga no sistema elétrico, observando as prioridades dos cooperantes que necessitam de mais energia para desenvolver as atividades no meio rural, urbano e industrial.

Segundo o engenheiro eletricista e orientador da área de projetos, Leonardo Stöhlirck, com base nas informações técnicas, são previstos todos os anos investimentos na readequação das redes elétricas de distribuição e também no sistema de transmissão com a construção de novas subestações. “O montante de R$ 66 milhões contempla as obras do Plano de Investimentos, do Programa Energia Forte no Campo e com participação financeira dos cooperantes”, disse. Também estão incluídas as obras de renovação de ativos, que corresponde a substituição de equipamentos, postes, condutores e isoladores que se encontram depreciados ou no fim da vida útil.

Stöhlirck disse, ainda, que em relação a substituição de postes, somente em 2021, a Coprel investiu mais de R$ 11 milhões na troca de 2.079 postes de madeira por concreto. “Em todo o sistema elétrico são mais de 183 mil postes instalados, sendo 97% de concreto e 3% de madeira e estima-se que, em cerca de três anos, será realizada a substituição total das estruturas de madeira”, afirma.

Somente neste ano está prevista a troca de dois mil postes e a instalação de 25 novos religadores automáticos e telecomandados e bancos reguladores de tensão na rede da Coprel. “Estes investimentos melhoram a qualidade da energia distribuída para as propriedades rurais, indústrias e famílias cooperantes”, destaca Leonardo Stöhlirck.


Fonte: Correio do Povo


Notícias Relacionadas



Publicidade