Cooperativa produz panetones com ingredientes do Cerrado e da Caatinga

Publicado em: 14 dezembro - 2020

Leia todas


Central do Cerrado segue os princípios do comércio justo e solidário

Alimento popular do mês de dezembro, os ingredientes usados para fazer o panetone são pouco encontrados no Brasil. Por isso, a cooperativa Central do Cerrado apresentou proposta diferente: uma versão desenvolvida com ingredientes do Cerrado e da Caatinga beneficiados por cooperativas que seguem os princípios do comércio justo e solidário.

A Central do Cerrado é uma cooperativa que reúne diversas organizações comunitárias que desenvolvem atividades produtivas a partir do uso sustentável da biodiversidade do Cerrado e da Caatinga.

A receita do panetone é desenvolvida com ingredientes comercializados pela cooperativa, entre eles castanhas de pequi, baru, coco licuri, mel, licor de jenipapo, doce de umbu e pequi cristalizado. A iniciativa é realizada em parceria com o Cerrado no Prato, La Boulangerie, Cajuí Comunicação Digital e a artista plástica Carmen San Thiago.

Toda a produção do panetone é artesanal e elaborada com elementos da sociobiodiversidade brasileira pelo Grupo de Mulheres Sabor do Cerrado, que atua com os frutos do bioma no Assentamento Colônia I, em Padre Bernardo, Goiás.

“A receita lembra uma versão de panetone de castanhas secas com licor de jenipapo, para substituir a grappa italiana, e o óleo de pequi para acentuar o sabor de cerrado”, explica Guillaume Petitgas (La Boulangerie), que assina a receita.

“Nossa expectativa é grande. Queremos alcançar os consumidores levando uma experiência nova e mostrando a variedade que nosso Cerrado possui com um produto totalmente natural e sem conservantes”, conta Rosicler Veloso, diretora do Grupo de Mulheres Sabor do Cerrado.

Para adquirir o panetone da Central do Cerrado, é possível fazer a encomenda pelo WhatsApp no telefone (61) 98262 0001, ou no site da cooperativa.


Fonte: Metrópoles


Notícias relacionadas



Publicidade