Cooperativas paranaenses ganham destaque no ranking Valor 1000

Publicado em: 09 novembro - 2020

Leia todas


Três cooperativas da região de Campos Gerais (PR) estão no ranking Valor 1000, realizado anualmente, das mil maiores empresas nacionais, por receita líquida. Castrolanda, Frísia e Capal – além da Lojas MM, do segmento varejista – fazem parte desse grupo seleto, que inclui, não somente companhias brasileiras, mas estrangeiras que atuam no país, como as multinacionais Cargill (EUA), Claro (México), Shell (Holanda), Volkswagen (Alemanha), Honda (Japão), entre outras.  

A maior das cooperativas selecionadas é a Castrolanda – do município que lhe empresta o nome – com receita líquida de R$ 3,34 bilhões em 2019 – aparece 212ª posição do ranking, três a mais do que ano anterior. Nesse período, a empresa apurou lucro líquido de R$ 66 milhões, com EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 161 milhões.

Em seguida, surge a Frísia Cooperativa Agroindustrial, de Carambeí, na 249ª posição. Mais antiga das três – quase um século de existência – a cooperativa obteve receita de R$ 2,83 bilhões no ano passado. A exemplo de Castrolanda, a Frísia também galgou posições, pois ocupava a 254ª na lista, o que corresponde a 14ª maior cooperativa agroindustrial do país. Fechando o trio, a Capal, com sede em Arapoti, obteve receita, no mesmo comparativo, de R$ 1,47 bilhão ou o equivalente à 445ª posição do ranking.

Criada em Ponta Grossa (PR) há 40 anos, a Lojas MM apresentou receita líquida de R$ 606 milhões no ano passado, o que a colocou na 823ª colocação geral. No quesito empresa de varejo, a empresa conquistou a 87ª colocação nacional e a 10ª do Paraná, em faturamento. A companhia possui 200 lojas em quatro estados brasileiros.  


Por Redação MundoCoop


Notícias Relacionadas



Publicidade