Cooperativismo paranaense parte para um novo desafio, o PRC200

Publicado em: 09 abril - 2021

Leia todas


Na Assembleia Geral Ordinária (AGO) do Sistema Ocepar, realizada virtualmente na tarde desta segunda-feira (05/04), as cooperativas paranaenses deram sinal verde para o início do novo ciclo do planejamento estratégico do setor, o Plano Paraná Cooperativo 200 (PRC200). As lideranças aprovaram o desafio e, agora, a meta do cooperativismo paranaense é atingir o faturamento de R$ 200 bilhões nos próximos anos. Outros resultados projetados são: R$ 10 bilhões em sobras, R$ 5 bilhões em investimentos anuais, quatro milhões de cooperados e 200 mil empregados. “Isso tudo pensando no desenvolvimento sustentável do setor”, enfatizou o superintendente da Ocepar, Robson Mafioletti, ao apresentar o PRC200 antes do plano ser submetido à aprovação na AGO. Ainda de acordo com ele, se não houver nenhum contratempo, será possível alcançar esses objetivos em 2026, mantendo um crescimento nominal do setor em 11,5% ao ano, em média.

Mafioletti lembrou que o plano anterior, o PRC100, encerrou antes do previsto. Quando foi lançado, em 2015, havia a expectativa de que o faturamento de R$ 100 bilhões seria atingido pelas cooperativas do Paraná em 2021, mas o objetivo foi superado no ano passado, totalizando 30 projetos executados com base nos cinco pilares do plano. As mudanças de cenário em 2020, especialmente favorável ao agronegócio, levaram o Sistema Ocepar a acreditar que o momento era de avançar no planejamento estratégico. Assim, a proposta de partir para o PRC200 foi lançada inicialmente em julho do ano passado, no Fórum dos Presidentes, evento promovido pelo Sistema Ocepar com dirigentes das cooperativas do Paraná. O processo continuou, com 25 lideranças cooperativistas ouvidas na sequência, em reuniões semanais. O assunto também foi tratado nos Encontros de Núcleo, ocorridos em outubro de 2020, com 450 participantes. Outros dez especialistas de mercado foram consultados e o tema voltou a ser debatido em março deste ano, nas pré-assembleias promovidas pelo Sistema Ocepar, com 517 participantes. “Também ouvimos representantes dos sete ramos do cooperativismo para montar o arcabouço inicial. Ao todo, 1.100 lideranças foram envolvidas nesse processo e puderam opinar e dar suas contribuições”, afirma o superintendente da Ocepar.

Segundo ele, o PRC200 é um referencial para direcionar o crescimento das cooperativas e representa a soma dos planejamentos estratégicos individuais delas. Mafioletti explicou ainda que os alicerces do plano são: cooperação, inovação, educação, contemplando ainda os aspectos econômico e socioambiental. O plano também tem sustentação nos seguintes pilares: representação e defesa; comunicação e relacionamento; mercados e alianças; gestão e governança; infraestrutura e tecnologia.

Com a aprovação na AGO, a implantação do novo ciclo do planejamento estratégico prevê as seguintes ações: em abril, entrevista com executivos das cooperativas; em maio, elaboração dos cenários para os sete ramos do cooperativismo, com apoio de uma consultoria; em junho, identificação dos projetos estruturantes do cooperativismo paranaense, e em julho, no Fórum dos Presidentes, apresentação dos planos de desenvolvimento trabalhados com as cooperativas, que serão executados e avaliados entre os anos de 2021 e 2026, com apoio da Ocepar, Fecoopar e Sescoop/PR.


Fonte: Sistema Ocepar


Notícias Relacionadas:



Publicidade