Coopfesba comemora crescimento de vendas de chocolate premium

Publicado em: 12 outubro - 2020

Leia todas


A despeito das sequelas econômicas decorrentes da pandemia, o mercado de chocolates especiais da Bahia vem experimentando crescimento consistente de vendas, desde o início do segundo semestre deste ano.

Um exemplo é a fábrica de chocolate Bahia Cacau, estruturada na agricultura familiar, que decidiu investir, com êxito, no segmento premium, com demanda aquecida nos últimos meses.  

Localizada no sul do estado, a empresa contou com investimentos por parte do Projeto Bahia Produtiva, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural do estado (SDR), visando expandir sua  porte de sua carteira de clientes de maneira substancial.

Detentora das marcas Bahia Cacau e Natucoa, a Cooperativa de Serviços Sustentáveis da Bahia (Coopfesba), de Ilhéus, estima que as vendas do produto tiveram crescimento de 30% durante o período da pandemia, segundo a diretora Carine Assunção, ao apontar que os investimentos realizados pela companhia foram determinantes para colher esse resultado.

A previsão da companhia é que sejam investidos cerca de R$ 2,5 milhões na ampliação da capacidade de produção, desenvolvimento de nova marca e embalagens, com foco duplo nos mercados varejista e atacadista.

Além da modalidade premium (teor de cacau entre 35% e 70%), a Bahia Cacau também acaba de lançar o Mel de Cacau, com grande potencial de mercado, pois este possui altíssima qualidade.

Na avaliação da Coopfesba, a sensação coletiva de “que o pior da pandemia já passou”, levando em conta dados recentes que apontam a redução de casos no país, tem trazido de volta o consumidor, aquecendo as vendas e retomando a atividade econômica. 

Segundo o titular da SDR, Josias Gomes, a intenção do governo baiano é continuar investindo na agregação de valor dos produtos da agricultura familiar. “São diversas as cooperativas que contribuem para elevar a renda de seus cooperados”, argumenta.

O secretário também enfatizou o papel da Coopfesba, de incentivar o acesso ao crédito rural, por meio de projetos elaborados por uma equipe própria de técnicos, além de estimular a exploração extrativista ecologicamente sustentável da agricultura familiar.

“Nossa entidade defende o acesso mais amplo ao crédito rural, assim como melhores condições para exploração extrativista ecologicamente sustentável na agricultura familiar”, completa o Gomes.

Entre os lançamentos mais recentes da Coopfesba, destaque para as barras de chocolate com licuri (espécie de coquinho nativo) e a pasta de cacau com licuri. Paralelamente, a Coopessba vem aportando recursos no design de embalagens e em marketing, via redes sociais. Outra iniciativa relevante é o investimento na melhoria da qualidade da amêndoa do cacau, assim como incrementar a produção e qualificar o processo de comercialização.


Redação MundoCoop


Notícias Relacionadas



Publicidade