HGU inicia a vacinação dos profissionais da linha de frente

Publicado em: 24 janeiro - 2021

Leia todas


O final da tarde da quarta-feira (20/01) foi marcado pelo início da vacinação contra a Covid-19 nos profissionais de saúde do Hospital Geral Unimed.

Para atender à priorização às equipes que atuam na linha de frente no atendimento à Covid-19, o hospital recebeu 387 doses da CoronaVac, aprovada para uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Na aplicação simbólica, que abriu o cronograma de vacinação na instituição, os primeiros a receber as doses foram dois médicos, quatro profissionais de enfermagem, um colaborador do laboratório, que realiza as coletas de exame PCR-RT, e uma colaboradora da higienização. Todos atuam diretamente na unidade e na UTI exclusivas para atendimento à Covid.

“Esses primeiros profissionais foram escolhidos de forma simbólica, para que cada um deles represente cada profissional do cuidado que é prestado aos pacientes no atendimento à Covid. Uma forma de reconhecer e realmente agradecer por todos esses meses de pandemia que os profissionais atuaram à frente no atendimento aos pacientes. Sem essas equipes, o HGU não seria a referência que é hoje”, comentou Eduardo Bacila, presidente da Unimed Ponta Grossa.

Há 15 anos trabalhando como enfermeira no HGU, Tânia Cardoso contou que não conseguiu conter as lágrimas quando soube que seria uma das primeiras a ser imunizada. “Não foram meses fáceis, foi uma rotina muito pesada. Um vírus desconhecido, tudo mudando, ninguém sabia o que ia acontecer. Nós estamos numa fase complicada da pandemia, fazendo tudo que é possível para poder suprir todas as necessidades e não deixar faltar nada para os pacientes. Passar por tudo isso e chegar até aqui, e agora ser vacinada, é gratificante e poder se proteger vai nos ajudar a continuar essa batalha, ainda temos um longo período pela frente”.

Thomas D’haese, médico coordenador da unidade Covid do HGU, que também recebeu a vacina na quarta-feira, relata que receber a vacina deu a sensação de esperança. “É o início do fim. Estamos começando a sair de dentro do buraco. A vacina é a única forma de nos livrarmos dessa doença de maneira efetiva, para controlar a doença e o número de casos. Temos muito caminho pela frente até conseguirmos imunizar boa parcela da população. Infelizmente, ainda teremos muitos casos. estamos vivendo uma segunda onda, tão pesada quanto a primeira. Mas [a vacinação] começou, é uma luz no fim do túnel”.

No HGU, as aplicações devem se estender até domingo, em uma logística interna montada pela equipe de imunização da cooperativa para que todos os profissionais contemplados nesse grupo prioritário possam receber a vacina e também para que se mantenha o cumprimento dos protocolos de cuidado e distanciamento social.

Desde março, 445 pacientes já receberam atendimento na unidade Covid do HGU, sendo destes, 283 casos confirmados. De acordo com o último boletim divulgado pela instituição na quarta-feira (20/01), a ala exclusiva do hospital para Covid conta com 18 pacientes internados na enfermaria e 11 na unidade de terapia intensiva.


Fonte: Imprensa Unimed Ponta Grossa


Notícias relacionadas



Publicidade