Natal Cooperativo presenteia mais de duas mil crianças

Publicado em: 23 dezembro - 2021

Leia todas


Na última semana, a Unimed Ponta Grossa promoveu a entrega dos kits do Natal Cooperativo. Foram mais de 2.300 crianças presenteadas em oito instituições de Ponta Grossa, Castro, Carambeí e Palmeira, na região paranaense dos Campos Gerais. Durante a ação, os participantes receberam a visita do Papai Noel e houve ainda a entrega de presentes, atividades lúdicas e lanche comemorativo.

Entre as instituições participantes, estão o Centro Social Casa do Piá, A Associação de Proteção à Menina (APAM), a Associação Menonita de Assistência Social (AMAS), o CMEI Profª Odysséa De Oliveira Hilgenberg, o Projeto Tio Mickey, a Associação Beneficente Lua Nova e a Comunidade no Distrito de Carambeí.

O diretor-presidente da Unimed Ponta Grossa, Eduardo Bacila de Sousa, explica que o Natal Cooperativo tem uma função social importante. “Uma das essências do cooperativismo é a gente unir as pessoas e devolver algo à sociedade. Trazer alegria e presente para as crianças que não têm condições é uma forma de também de contribuir com o ambiente em que estamos inseridos”.

“A ação contribui com o desenvolvimento das crianças e com o resgate de valores.” reforça a educadora social, Elisangela Schaff, da Associação de Proteção à Menina (APAM) que, atualmente, oferece o acolhimento institucional e de conivência e o fortalecimento de vínculo a mais de 120 crianças no período do contraturno.

Para a Diretora da Associação Beneficente Lua Nova, Aline Monteiro de Souza, a Unimed Ponta Grossa tem sido uma grande parceira. “A ação fechou o ano com chave de ouro. Foi possível ver o brilho nos olhos das crianças com a interação, os presentes e as brincadeiras”, revela.

Além dos brinquedos, a associação também realizou uma cantata aos colaboradores da cooperativa. O educador da instituição, Luan Ciunek, acompanhou os alunos durante o Natal Cooperativo e destaca os benefícios para os participantes. “Primeiramente, o bem-estar a e vivência fora do projeto, proporcionando a integração com outras casas sociais. Ainda mais em tempos de pandemia quando eles ficaram reclusos por dois anos. Ter esse retorno é muito bacana”, descreve

A Casa Transitória Fabiana de Jesus também foi beneficiada com a doação das cestas natalinas pela cooperativa. Para a diretora da entidade, Olivia Mara Savi, a iniciativa contribuiu para o Movimento Natal Sem Fome. “Foi um sentimento de muita gratidão aos colaboradores por tornarem o Natal mais feliz aos assistidos”.

Promovido pela Unimed Ponta Grossa há mais de 20 anos, tem o objetivo de arrecadar brinquedos e promover uma experiência diferenciada para crianças carentes ou em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa é viabilizada pela contribuição financeira voluntária dos médicos cooperados e já atendeu mais de 50 mil crianças desde a criação.


Fonte: Imprensa Unimed Ponta Grossa


Notícias Relacionadas:



Publicidade