Paraná formaliza acordo de cooperação mútua com os Estados Unidos

Publicado em: 20 junho - 2021

Leia todas


O Governo do Paraná formalizou nesta quinta-feira (17/06), em cerimônia no Palácio Iguaçu, protocolo de intenções para estreitar laços com a Embaixada e Consulados dos Estados Unidos no Brasil. O memorando de entendimento dá início a uma relação de cooperação mútua em diferentes áreas como educação, saúde, ciência, meio ambiente, tecnologia, segurança pública, migração, comércio, agricultura e turismo. O documento foi assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e pelo embaixador norte-americano no País, Todd Chapman.

“A intenção ao firmar esse acordo é fortalecer a relação do Paraná com os Estados Unidos. Somos estado-irmão da Califórnia desde 1999 e avistamos uma série de possibilidades em áreas essenciais para o desenvolvimento do Paraná, como infraestrutura, educação, segurança e turismo”, afirmou Ratinho Junior.

“O Paraná é muito conhecido nos Estados Unidos, e me impressiona particularmente como consegue se dividir e ser forte no agronegócio e também na indústria”, destacou Chapman.

O governador reforçou especificamente o interesse em ampliar o alcance de projetos educacionais, especialmente daqueles já em andamento na rede estadual de ensino. Citou o programa de intercâmbio Ganhando o Mundo, além do planejamento para intensificar a oferta de aulas de educação financeira, programação e língua estrangeira, especialmente o inglês.

“É a maneira de preparar nossos alunos da melhor maneira possível, para que possam ajudar a família, encontrar bons empregos e se desenvolver intelectualmente”, disse Ratinho Junior.

Os 100 primeiros estudantes da rede estadual classificados para participar do programa de intercâmbio foram divulgados em fevereiro. Cada um deles representa um município diferente do Paraná e embarcará para a Nova Zelândia no segundo semestre deste ano.

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte informou que atualmente 400 mil alunos têm aulas semanais de educação financeira e 70 mil estão inscritos na atividade extracurricular de programação. Há em andamento, ainda, a implantação de aulas da língua inglesa por meio de aplicativos para telefones móveis.

“A educação é muito importante para nós americanos. O ensino do inglês é uma missão do nosso governo e temos muito interesse em colaborar, seja diretamente ou apontando parcerias com empresas, escolas e universidades dos Estados Unidos”, comentou o embaixador.

Ele lembrou que a Embaixada trabalha em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR) na implementação dos primeiros Centros de Assessoria de Publicação Acadêmica para ajudar professores e estudantes na redação, revisão e publicação de artigos científicos na língua inglesa.

Outro ponto que será bastante explorado no intercâmbio é a segurança pública, incluindo o controle de entorpecentes, medidas contra o tráfico de pessoas e também administração penitenciária. A região da Tríplice Fronteira, em Foz do Iguaçu, é uma área de colaboração com o governo norte-americano. “Existe grande potencial para coordenarmos em apoio aos esforços locais de dar mais segurança a todos os residentes da região”, disse Chapman.

Um grupo de trabalho com autoridades e técnicos será criado para desenvolver os projetos de cooperação, assim como discutir boas práticas, serviços, tecnologia e modelos de replicabilidade. O protocolo não envolve a transferência de recursos materiais ou materiais e tem validade até 31 de dezembro de 2022.

Há na deliberação, ainda, uma preocupação especial com o meio ambiente, especialmente em relação a mudanças climáticas e ações que visem o desenvolvimento sustentável e a redução na emissão de carbono.

Participaram também do ato o vice-governador Darci Piana; os secretários Guto Silva (Casa Civil), Márcio Nunes (Desenvolvimento Sustentável e Turismo), Romulo Marinho (Segurança Pública), Beto Preto (Saúde) e Renato Feder (Educação); o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin; o chefe da Casa Militar do Paraná, tenente-coronel Welby Pereira Sales; e o vice-cônsul de assuntos econômicos dos Estados Unidos, Gregory David.


Fonte: Agência de Notícias do Paraná


Notícias Relacionadas:



Publicidade