Primeira organização de cooperativas de crédito é criada na Guatemala

Publicado em: 29 outubro - 2021

Leia todas


A CUSO ajudará as cooperativas de crédito a aumentar suas carteiras de empréstimos

O Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (Woccu) ajudou a criar a primeira organização de serviço das cooperativas de crédito (CUSO) na Guatemala.

A CUSO, Inversión y Desarrollo Crediticio Comunitario, S.A., pertence a um grupo de mais de 20 cooperativas de crédito filiadas à Federación Nacional de Cooperativas de Ahorro y Crédito de Guatemala (FENACOAC), que contribuiu com US$ 5,1 milhões para sua criação.

O CUSO foi desenvolvido através do Projeto Tecnologia e Inovação para Inclusão Financeira da WOCCU (TIFI), com financiamento do Programa de Desenvolvimento Cooperativo da USAID (CDP).

Woccu diz que o novo órgão ajudará as cooperativas de crédito da FENACOAC a aumentar suas carteiras de empréstimos. A lei geral de cooperativas da Guatemala atualmente proíbe as cooperativas de crédito de fornecer financiamento a corporações registradas, forçando as pequenas e médias empresas (PMEs) registradas a recorrer aos bancos para obter apoio financeiro, ao invés de suas cooperativas financeiras locais.

“Por mais de 50 anos, a FENACOAC tem feito parcerias com cooperativas de crédito que têm apoiado membros empreendedores desde o início de suas atividades comerciais”, disse o coordenador empresarial da FENACOAC, Luis Perez.

“A CUSO torna legalmente possível continuar trabalhando com esses mesmos membros uma vez que seus negócios se tornem empresas legais, ajudando-os a atender às necessidades de capital de giro, pagar despesas operacionais e adquirir ativos e matérias-primas. Os empresários também têm o conforto de conhecer profissionais da cooperativa de crédito que trabalham com o espírito cooperativo e continuarão prestando atenção e salvaguardando suas necessidades financeiras”.

Megan O’Donnell, vice-presidente sênior de projetos internacionais da Woccu, disse: “Todo o objetivo do Projeto TIFI é ajudar as cooperativas de crédito a aumentar os empréstimos às pequenas e médias empresas e distribuir o capital disponível de forma eficaz. O fato de nossa equipe ter sido capaz de trabalhar em uníssono com as cooperativas de crédito membros de Woccu para desenvolver uma solução legal para as limitações de empréstimo que enfrentaram é uma vitória para o desenvolvimento cooperativo e um modelo que pode ser replicado em outros lugares, se necessário”.

Os excedentes do CUSO serão distribuídos entre suas cooperativas de crédito associadas.

Woccu está liderando iniciativas similares do Projeto TIFI no Quênia, Burkina Faso e Senegal.


Fonte: The News Coop


Notícias Relacionadas:



Publicidade