Programa Bolsa Juventude Rural é tema de seminário regional

Publicado em: 22 março - 2021

Leia todas


Emater/RS promoveu nesta sexta-feira (19/03) um seminário regional com enfoque para o Programa Bolsa Juventude Rural

A Emater/RS-Ascar, através do Escritório Regional de Frederico Westphalen, promoveu nesta sexta-feira (19/03) um seminário regional com enfoque para o Programa Bolsa Juventude Rural, coordenado pela Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), à qual a Emater/RS-Ascar é vinculada.

O Bolsa Juventude Rural alia dois importantes pilares: a educação, permitindo aos jovens acesso e permanência na escola durante o Ensino Médio, e o desenvolvimento rural, com a implantação de projetos produtivos que garantem a permanência do jovem no campo. Os jovens selecionados recebem o benefício de R$ 200,00 mensais cada, por dez meses, para colocar em prática um projeto produtivo na propriedade rural, que é a contrapartida obrigatória apresentada pelo jovem durante o recebimento da bolsa. A Emater/RS-Ascar, além de auxiliar o jovem durante o processo de seleção, também orienta e acompanha os beneficiários na execução do projeto produtivo.

Na região Norte do Estado, o Programa Bolsa Juventude Rural selecionou 47 jovens, de 17 municípios, em 2020. Em decorrência da pandemia, o cronograma de execução do programa sofreu alteração. Os jovens desenvolveram o pré-projeto e, a partir de agora, desenvolverão o projeto produtivo na propriedade rural. O seminário foi organizado para orientar os jovens sobre a continuidade das ações.

O seminário regional, realizado no formato virtual, contou com a participação da coordenadora estadual de Juventude Rural da Emater/RS-Ascar, Clarice Emmel Bock, da coordenadora regional da Seapdr, Cláudia Milani, dos gerentes regionais de Frederico Westphalen, Luciano Schwerz e Cleomar de Bona, da extensionista rural e coordenadora regional do tema juventude, Dulcenéia Haas Wommer, além dos extensionistas e jovens beneficiários do programa.

Além de orientações sobre a execução do programa, durante o seminário a participação dos jovens foi protagonista. Na abertura, o jovem Emanuel Tolotti, que já foi beneficiário do Bolsa Juventude Rural, trouxe alegria para o evento através de uma apresentação musical com canto e gaita. Outro destaque foi a participação da jovem Maria Luíza Fink, do município de Sarandi, que trouxe o seu depoimento como beneficiária do programa e contou um pouco do seu projeto produtivo na propriedade rural.

A jovem Maria Luíza, de 19 anos, com o benefício do Bolsa Juventude Rural, optou por investir na produção de morangos. O valor do benefício contribuiu para a execução do projeto, de instalação da estufa e compra das mudas e suplementos, que contou também com o apoio financeiro da família, complementando o projeto da jovem. ?Esse projeto me abriu caminhos, me empoderou, pude tomar as decisões, conversando sempre com a família, mas é um projeto de minha responsabilidade. Entre acertos e erros, estou muito contente com os resultados?, comentou. Segundo ela, a Emater/RS-Ascar a acompanhou durante todo o projeto, orientando desde a instalação da estufa, até o momento do plantio das mudas e do manejo. ?Meu plano agora é implantar mais uma estufa. Agora tenho o apoio dos meus pais, que me incentivam para eu me qualificar na atividade e, futuramente, ampliar a produção e, dessa forma, me incentivam a ficar na propriedade?, completou a jovem.

O extensionista rural da Emater/RS-Ascar do município de Planalto, Doraci Bedin, também participou do seminário, trazendo sua experiência enquanto técnico que colaborou com a execução do projeto da jovem Alessandra Nhoatto, beneficiária do Bolsa Juventude, e que investiu na melhoria da viticultura, atividade já desenvolvida pela família na propriedade rural.

A partir de agora, os jovens beneficiários desenvolverão seus projetos produtivos e contarão com a assistência técnica da Emater/RS-Ascar durante a execução.


Fonte: Agrolink


Notícias Relacionadas:



Publicidade