Seguros Unimed é a primeira seguradora brasileira a conquistar o selo Pró-Ética

Publicado em: 09 dezembro - 2021

Leia todas


Reconhecimento da Controladoria Geral da União demonstra o comprometimento com boas práticas e combate à corrupção da Seguradora do Sistema Unimed

A Seguros Unimed, seguradora e braço financeiro do Sistema Unimed, é a primeira seguradora do país a conquistar o selo Pró-Ética, iniciativa da Controladoria Geral da União (CGU) que chancela companhias por suas boas práticas, transparência e combate à fraude e à corrupção. No Sistema Unimed, outras duas cooperativas foram reconhecidas com o selo: Unimed-BH e a Federação das Unimeds do Estado de São Paulo.

Outorgado a cada dois anos, o selo é concedido depois de um período de extensa auditoria realizada pela Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrupção (STPC) da GCU. Ao obter o Pró-Ética, a Seguros Unimed se destaca no mercado segurador e passa a fazer parte de um seleto grupo, composto por empresas de diversos setores da economia nacional, reconhecidamente comprometido com parâmetros baseados na Lei Anticorrupção.

“A conquista do Pró-Ética consolidou um modelo de gestão que vinha sendo implementado na Seguradora desde 2015. Essa conquista é resultado do comprometimento de todos os colaboradores, dirigentes e conselheiros da empresa, que entenderam, incorporaram e replicaram as práticas de governança exigidas pelo poder público e cada vez mais valorizadas pelo mercado e consumidores”, afirma Helton Freitas, presidente da Seguros Unimed.

Com seis milhões de clientes em sua carteira, a empresa é uma seguradora privada, nascida de uma das mais tradicionais, pioneiras e confiáveis cooperativas de trabalho médico do Brasil, o Sistema Unimed. Portanto, traz em sua essência práticas cooperativistas que são precursoras de ESG. “Ficamos ainda mais honrados por recebermos o selo com a Unimed-BH e a Federação das Unimeds do Estado de São Paulo, o que enfatiza os princípios do nosso modelo de negócio”, destaca o presidente da Seguradora.

“Nosso Programa de Integridade foi criado para engajar todo o nosso time na construção de um ambiente de negócios e relacionamentos cada vez mais confiável e vem demonstrando como a ética e a integridade são diretrizes importantes para a sustentabilidade empresarial. Sem dúvida, o Pró-Ética é um importante diferencial que a Seguradora passa a ter no mercado, tornando a empresa ainda mais competitiva”, reforça Fabiano Catran, diretor Executivo responsável pelos núcleos de Governança, Jurídico e Relações Institucionais na Companhia.

O selo é uma rubrica importante para a empresa, que tem 14% do faturamento composto por licitações.

Cultura pautada pela segurança e transparência da operação

A Seguros Unimed também integra a Rede Brasil do Pacto Global, iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) que mobiliza a comunidade empresarial na adoção e promoção de suas práticas de negócio. O movimento está baseado nos dez princípios universalmente aceitos nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Combate à Corrupção. Além disso, aderiu ao Pacto Empresarial pela Integridade e Contra a Corrupção do Instituto Ethos, que visa unir empresas com o objetivo de promover um mercado mais íntegro e ético, além de erradicar o suborno e a corrupção.

As iniciativas estão em linha com sua estratégia de futuro sustentável, com objetivos claros para expandir a sua geração de valor junto à sociedade, por meio de ações focadas em promoção da saúde, proteção financeira, diversidade, responsabilidade socioambiental, governança, ética e integridade, incentivo à cultura, entre outras.

A companhia também reafirma seu comprometimento com padrões internacionais de qualidade, governança e gestão, ao manter o nível ouro da ISO 31000 e a recertificação da ISO 9001. O último processo de auditoria, realizado em 2021, destacou a atuação do comitê de gerenciamento de crises na pandemia de COVID-19, o amadurecimento do processo de gestão de riscos e os avanços na cultura de segurança da informação, além do robusto plano de continuidade operacional da empresa, fortemente testado no início da crise sanitária com a rápida adequação a um novo modelo de trabalho (home office) aos mais de 1,4 mil colaboradores.


Fonte: Imprensa Unimed


Notícias Relacionadas:



Publicidade