Trabalho dos profissionais da imprensa contribui para aproximar o cooperativismo da sociedade

Publicado em: 15 agosto - 2021

Leia todas


Desde a sua primeira edição, em 2004, o Prêmio Ocepar de Jornalismo contabiliza 1.427 trabalhos inscritos, com a participação de mais de 320 profissionais. “Isso é muito significativo e motivo de muito orgulho para nós. Temos uma gratidão enorme pelo trabalho que vocês, profissionais da imprensa e das cooperativas, fazem”, afirmou o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, na cerimônia de anúncio dos vencedores da 14ª edição do concurso, realizada na tarde desta quinta-feira (12/08). “Nós chegamos a mais essa edição mantendo nosso objetivo principal, que é valorizar e reconhecer o trabalho da imprensa na divulgação dos principais avanços e conquistas do cooperativismo paranaense, feito espontaneamente por vocês, comunicadores, e que tem sido muito importante”, acrescentou. “Parabenizo os 14 finalistas e, também, os 86 profissionais que inscreveram os seus trabalhos. Pelo momento que estamos passando, talvez essa tenha sido uma das participações mais significativas do Prêmio, com matérias muito interessantes e diversificadas sobre o cooperativismo”, disse ainda Ricken.

Em seu pronunciamento, o presidente da Unimed Paraná, Paulo Roberto Farias, também expressou gratidão aos profissionais de Comunicação que participaram do concurso. “É através desses trabalhos que nós do cooperativismo nos sentimos em condições de ter uma proximidade com o público e com a população paranaense”, afirmou. “Em nome do Sistema Unimed, como representante do ramo saúde, eu quero agradecer imensamente a todos vocês, profissionais do jornalismo, que diuturnamente, por meio dos diversos veículos, levam à população a nossa filosofia, valores e princípios, a nossa maneira de trabalho, que é muito diferente da maneira de trabalho que nós denominamos como mercantilista, e que tudo a ver com a preocupação com a comunidade onde estamos exercendo a nossa atividade”, frisou.

Faria destacou também que o Sistema Unimed tem atualmente 14% da população paranaense sob os seus cuidados. “Isso, ao mesmo tempo que nos orgulha, representa uma responsabilidade enorme. Nós temos aproximadamente 1,6 milhão beneficiários no Paraná e isto de uma maneira capilarizada por todo o Estado. Não há praticamente nenhum município relevante do Paraná em que não haja uma assistência da Unimed, por meio das nossas 23 cooperativas médicas, que atuam de forma perfeitamente integrada com a comunidade”, complementou.

Na avaliação do presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock, ao produzir matérias sobre o cooperativismo, os participantes do Prêmio reforçam alguns dos pilares que sustentam o movimento. “Nossa gratidão à imprensa e a todos os profissionais do Estado do Paraná, que têm levado muita informação positiva para os lares, famílias e comunidades. Essa divulgação faz parte inclusive da nossa responsabilidade corporativa, de transparência, gestão democrática, princípios e valores do cooperativismo”, disse.

Manfred lembrou de uma expressão utilizada pelo jornalista Domingos Pelegrini, quando ele estava produzindo um material sobre os 30 anos da Central. “Ele falou com muitos fundadores e diversas outras pessoas e, ao final, deu um título para o trabalho: construção da confiança. E acrescentou que a construção da confiança no cooperativismo é feita todo o santo dia. Nesse sentido, o papel dos jornalistas e o trabalho que a imprensa faz são destaques para nós, pois tem ajudado a levar essa informação positiva, tanto do ramo crédito, como da saúde, do agro e todos os demais que integram o Sistema Ocepar”, sublinhou.

Manfred ressaltou ainda o empenho do jornalista do Sistema Ocepar, Samuel Zanello Milléo Filho, na coordenação do Prêmio Ocepar de Jornalismo. “Todo ano você tem trazido vários elementos à mesa, tem percorrido o interior, motivado os jornalistas a participar, fez reuniões com um pouco mais de dificuldades nesses dois últimos anos, mas, ainda assim, realizou muitos contatos. Ou seja, a liderança do Samuel nessa caminhada é o que nos motiva a estar juntos nessa ação, sob o comando do Ricken. O Samuel faz um papel de construção da confiança diária no aspecto da comunicação. Certamente, o resultado disso são os 86 jornalistas que inscreveram as suas matérias no Prêmio porque confiam no trabalho que ele faz na Ocepar. Parabéns a todos. Com certeza, vamos continuar apoiando essa iniciativa, que nos ajuda demais nesse exercício de responsabilidade corporativa que todos nós temos enquanto dirigentes de cooperativas, de todos os ramos”, finalizou.

A cerimônia de entrega do 14º Prêmio Ocepar de Jornalismo teve ainda a presença do vice-presidente da região Sul da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), José Nunes, que também preside a Associação Riograndense de Imprensa (Ari). “A Federação Nacional dos Jornalistas sempre destaca a importância desses prêmios. Assim, queremos fazer uma saudação especial aos 86 participantes que se inscreveram. Todos são vitoriosos, por escrever e divulgar o trabalho feito pelo sistema de cooperativas, que é extremamente importante. É sempre bom que esses profissionais que fazem do jornalismo a profissão do seu dia a dia tenham esse incentivo. Agradeço a todos os apoiadores e que o Prêmio Ocepar de Jornalismo tenha uma vida longa”, afirmou.

O Prêmio Ocepar de Jornalismo é uma iniciativa do Sistema Ocepar, que conta com o apoio financeiro da Central Sicredi PR/SP/RJ e Federação Unimed do Paraná, e apoio institucional da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor/PR) e do Sindicato dos Jornalistas do Norte do Paraná. 


Fonte: Sistema Ocepar


Notícias Relacionadas:



Publicidade