Um em cada 10 capixabas é associado a uma cooperativa

Publicado em: 29 janeiro - 2021

Leia todas


O cooperativismo é um modelo de negócio que tem se destacado no mercado por se apresentar como a melhor opção para unir o desenvolvimento econômico ao social

O cooperativismo é um modelo de negócio que tem se destacado no mercado por se apresentar como a melhor opção para unir o desenvolvimento econômico ao social. Como resultado, esse movimento vem apresentando um crescimento significativo nos últimos anos, inclusive no Espírito Santo. Estima-se que um em cada 10 capixabas é associado a uma cooperativa.

Esses dados são apresentados pelo 1º Anuário do Cooperativismo Capixaba, lançado no último mês pelo Sistema OCB/ES. O documento aponta que, de acordo com os dados mais recentes, o estado conta com mais de 435 mil cooperados. Já a população local, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é estimada em 4 milhões de pessoas.

A publicação também aponta que cerca de um terço dos capixabas estão envolvidos, diretamente ou indiretamente, com o cooperativismo. O cálculo considera o número de cooperados, de empregados – que atualmente engloba mais de 9 mil pessoas – e dos seus familiares.

De acordo com o superintendente do Sistema OCB/ES, Carlos André Santos de Oliveira, esses números permitem mostrar a força que o cooperativismo possui. “O nosso movimento vem mostrando que é possível aliar o desenvolvimento que precisamos à responsabilidade social, viabilizando um mundo melhor e mais justo para todos. Como reflexo, observamos que cada vez mais pessoas tem buscado conhecer e fazer parte do cooperativismo, ampliando a adesão à nossa filosofia de vida”, conta.

Carlos André aponta, também, que a intenção para os próximos anos é que esse número cresça ainda mais. “Trabalhamos para tornar o cooperativismo cada vez mais presente na vida das pessoas e valorizado pela sociedade. Estamos compartilhando informação e mostrando os nossos bons exemplos. Temos a certeza de que a quantidade de pessoas interessadas em integrar esse movimento irá aumentar, como resultado de uma atuação humana, planejada e responsável”, completa.

Participação econômica

O cooperativismo também se destaca pela sua participação na economia do estado. Ainda segundo o anuário, esse modelo de negócio foi responsável por movimentar um total de R$ 6,6 bilhões, o que representa uma participação de 5,32% no Produto Interno Bruto (PIB) nominal capixaba. Além disso, as cooperativas do Espírito Santo contribuíram para as receitas públicas, em 2019, com um total de R$ 656 milhões em impostos e taxas. Esse valor representa um crescimento de 7,17% em relação ao registrado em 2018.

Unidos por um objetivo

O cooperativismo é um movimento mundial fundado, nos moldes como é conhecido na atualidade, em 1844 na cidade de Rochdale, Inglaterra. Seu objetivo é transformar o mundo em um lugar mais justo, feliz, equilibrado e com melhores oportunidades para todos. Nesse modelo de negócio, pessoas se juntam em torno de um mesmo objetivo, em uma organização onde todos são donos do próprio negócio.

Atualmente, o Espírito Santo conta com um total de 111 cooperativas e cinco filiais, estando presente nos 78 municípios do estado. A quantidade de produtos e serviços ofertados por elas é imensa, indo desde produtos alimentícios à educação, englobados em sete ramos: Agropecuário, Consumo, Crédito, Infraestrutura, Produção de Bens e Serviços, Saúde e Transporte.


Fonte: Portal Folha Vitória


Notícias Relacionadas



Publicidade